Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Walgreens injeta US$ 5,2 bi em empresa de atenção primária

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Walgreens e VillageMD

A Walgreens segue a passos largos sua estratégia de se posicionar como um hub de saúde. A varejista anunciou que aumentará a participação acionária da VillageMD. Com isso, passa a ter a 63% do controle da empresa especializada em cuidados primários.

A rede planeja ter pelo menos 600 clínicas de atenção primária em mais de 30 mercados dos Estados Unidos até 2025 e 1 mil até 2027. O negócio é parte de um esforço para transformar farmácias de bairro em destinos de assistência médica, com médicos que prestam atendimento, prescrevem e atraem tráfego para os pontos de venda.

Em entrevista ao portal CNBC, a CEO da Walgreens, Roz Brewer, destacou que as clínicas simplificarão o atendimento aos pacientes, com farmacêuticos e médicos trabalhando juntos. Eles terão acesso à mesma plataforma de tecnologia que reúne registros clínicos. E eles estarão em um local conveniente, a uma curta caminhada ou passeio de distância.

Com áreas que variam de 300 m² a 800 m², as clínicas estarão anexas às lojas e oferecerão, além das consultas, serviços como medição de pressão, testes de glicemia e vacinação. Será aceita uma ampla gama de opções de seguros de saúde e os pacientes ainda poderão usufruir de atendimento por telemedicina e visitas domiciliares, 24 horas por dia por meio da plataforma Walgreens Find Care™.

A Walgreens tem cerca de 9.000 lojas nos Estados Unidos e mais de 75% dos norte-americanos vivem a menos de oito quilômetros de uma delas. Brewer disse que planeja aproveitar essa capilaridade para alcançar pessoas que têm poucos – se houver – médicos próximos. Ele disse que planeja abrir mais da metade de suas clínicas VillageMD em bairros urbanos e comunidades rurais carentes na oferta de medicamentos.

Ações em alta

 Os ambiciosos planos da rede despertam os olhares do mercado financeiro e fizeram suas ações terem alta de 7,4% nesta quinta-feira, dia 14. O lucro líquido do terceiro trimestre foi de US$ 627 milhões, contra US$ 373 milhões do mesmo período do ano passado. As vendas passaram de USS 30,37 bilhões para US$ 33,30 bilhões.

A crescente demanda por vacinas nas salas clínicas da Walgreens também ajuda a explicar os resultados. A companhia administrou 13,5 milhões de vacinas no trimestre, quase o dobro da expectativa inicial de 7 milhões.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!