Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Oito estados têm 72% do faturamento das farmácias

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Oito estados têm 72% do faturamento das farmácias

O faturamento das farmácias do Brasil, definitivamente, não reflete a imagem acima. Mesmo com o surgimento de 29 mil PDVs nos últimos três anos, a concentração do dinheiro ainda é elevada.

Apenas oito estados respondem por 72,2% de toda a receita do setor, que já supera R$ 184 bilhões. Segundo indicadores da IQVIA nos últimos 12 meses até março, essa fatia do bolo está nas mãos de São Paulo (25,1%), Minas Gerais (10,7%), Rio de Janeiro (10,1%), Rio Grande do Sul (7,2%), Paraná (6,1%), Bahia (4,8%), Santa Catarina (4,6%) e Goiás (3,7%).

- Advertisement -

A desigualdade fica ainda mais escancarada quando analisados somente os cinco líderes nesse ranking. São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná detêm 59,2% de market share.

Faturamento das farmácias por região

O faturamento das farmácias por região reforça o predomínio do Sudeste, cuja participação chega a 48%. O Nordeste figura na segunda colocação, bem próximo do Sul. Centro-Oeste e Norte – que tem cinco estados na lanterna – apresentam índices abaixo de 10%.

No caso do Sudeste, os quatro estados concentram a receita no interior. Em Minas Gerais, um dos polos do associativismo, esse percentual chega a 80,3%, enquanto atinge 66,7% em São Paulo.

Para Alberto Serrentino, fundador da Varese Retail, esse cenário acompanha o movimento do varejo nacional, em que cerca de 200 municípios absorvem 80% do mercado consumidor. “A tendência é que as grandes redes foquem seus esforços nessas cidades, o que ajuda a explicar a concentração de mercado”, avalia. Em paralelo, as farmácias associativistas surgem como contraponto, mas também miram regiões do interior do Sudeste para marcar posição.

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress