O maior canal de informação do setor

“A cloroquina está no radar desde janeiro”, diz toxicologista Anthony Wong

14.638

Cloroquina – O toxicologista Anthony Wong disse que o uso da cloroquina, remédio usado em tratamento da malária e lúpus, está sendo testado para o novo coronavírus há algum tempo. Em entrevista ao Brasil Urgente, o médico analisou o estudo do cientista francês Didier Raoult, que tem defendido o uso do medicamento para a pandemia.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

“Esse trabalho dele eu já tinha ouvido antes. A hidroxicloroquina já está no nosso radar desde janeiro, começo de fevereiro. Já era conhecido como um dos remédios que poderia trabalhar vírus da família coronavírus, não só Covid-19”, comentou em conversa com José Luis Datena.

Segundo Wong, o francês associou hidroxicloroquina com a azitromicina: “o resultado é magnífico. A azitromicina já era conhecida como um antibiótico que funciona bem para os grandes vírus. Então, seria lógico que ele seria suscetível a essa associação da hidroxicloroquina com a azitromicina”, frisou.

Depois de publicar um estudo clínico, Didier Raoult, diretor do Instituto Hospital Universitário Méditerranée Infection de Marselha, anunciou o uso da hidroxicloroquina em todos os pacientes infectados pelo novo coronavírus. A pesquisa apontou uma diminuição da carga viral de pacientes com Covid-19 que receberam esses dois medicamentos em apenas seis dias.

“O primeiro trabalho com a hidroxicloroquina foi na China em estado experimental com 40 crianças, e deu um resultado 100% positivo. O Didier pegou esse trabalho e associou à azitromicina. Com a associação, os resultados foram ainda melhores, porque ele acabou com a pneumonia em apenas 6 dias”, completou Anthony Wong.

Embora esteja sendo testado, o remédio não deve ser vendido em farmácias, tendo o uso restrito a hospitais no tratamento de pessoas com quadro respiratório moderado, como lembrou o médico.

Fonte: cennoticias

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/03/19/sp-amplia-suprimento-em-farmacia-de-alto-custo-para-proteger-vulneraveis-a-coronavirus/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação