O maior canal de informação do setor

Annita contra coronavírus: o que se sabe sobre vermífugo nitazoxanida

896

O uso do medicamento Annita em casos moderados de Covid-19 foi o alvo de um estudo recém-divulgado conduzido por pesquisadores brasileiros. O

O uso do medicamento Annita em casos moderados de Covid-19 foi o alvo de um estudo recém-divulgado conduzido por pesquisadores brasileiros. O novo trabalho, que foi publicado na revista científica E-Clinical Medicine, foi realizado com 50 indivíduos internados com sintomas moderados do novo coronavírus.

Veja também: São João é eleita uma das cinco maiores marcas do Rio Grande do Sul

Esses pacientes foram divididos em dois grupos. Um deles ingeriu placebo, enquanto o outro fez o tratamento com nitazoxanida, principio ativo do Annita, mas em uma dosagem diferente do comercializado em farmácias.

Siga nosso Instagram

Os pacientes que realizaram o tratamento com o Annita tiveram uma alta em média em seis dias, mais cedo do que os presentes no braço do placebo, em média 14 dias.  Os que tomaram o medicamento também apresentaram menor presença de substâncias inflamatórias e redução na carga viral.

Os pesquisadores ressaltam que esse é apenas um prova de conceito, que é como um teste inicial, norteando a possibilidade ou não de ensaios clínicos maiores. Para se ter certeza da segurança do tratamento, é necessário o teste em um grupo maior.

O Annita no combate a Covid-19

O Annita, foi apresentado pelo governo federal como um tratamento promissor da Covid-19 em junho de 2020, quando o Projeto “Sarita-2|#500 voluntários” foi inaugurado . Projeto era composto por testes com uso de inteligência artificial, in vitro e estudos clínicos.

Em outubro de 2020, o governo disse que o medicamento teria tido sucesso em um ensaio clínico não divulgado a imprensa e comunidade científica na época. A essa época, nenhum teste no mundo já havia chego a fase de testes em humanos.

Outros estudos, como o realizado pelo Laboratório Nacional de Biociências, mostraram a diminuição da carga viral, mas com efeitos limitados na melhora de sintomas.

O Annita chegou a integrar o kit de tratamento precoce pregado pelo governo e defendido por alguns profissionais, mas nenhum desses medicamentos teve comprovação cientifica de sua eficácia com dados suficientes.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação