Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

App que lê rótulos chega às farmácias

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Rótulos
Angústia do casal Maira e Rodrigo Figueiredo se transformou em startup inclusiva para pessoas com restrição alimentar (Foto: Divulgação)

A angústia do casal Maira e Rodrigo Figueiredo com o problema de saúde da filha Helena transformou-se em uma startup inclusiva para pessoas com restrição alimentar. A NuRÓTULO desenvolveu um app gratuito que lê rótulos de produtos indicando a presença de algum ingrediente que possa causar alergia. Agora estenderá a operação para medicamentos, a partir da incorporação ao ecossistema de inovação da Farma Ventures.

A plataforma está integrada ao Cadastro Nacional de Produtos da GS1 Brasil – Associação Brasileira de Automação, acessível às empresas fabricantes de alimentos. Com a inclusão nesse cadastro, o consumidor passa a ter acesso imediato aos componentes alergênicos do item, agregado a soluções de geolocalização que identificam em tempo real os supermercados e minimercados mais próximos que comercializam esse item.

Rastreamento dos rótulos de produtos nas farmácias

“E já estamos implementando uma ferramenta de inteligência artificial, com a meta de direcionar ao consumidor os produtos e pontos de venda mais adequados ao seu perfil clínico e suas restrições alimentares”, explica a sócia Maira Figueiredo.

“Essa mesma solução possibilitará o rastreamento de farmácias que transacionam alimentos e suplementos vitamínicos, ao mesmo tempo em que viabilizará a leitura de medicamentos e das suas propriedades e contraindicações”, acrescenta.

Doença da filha motivou desenvolvimento do negócio

Maira e o esposo Rodrigo viveram um drama diante de uma reação anafilática da filha Helena, então com oito meses de idade. A bebê recebeu o diagnóstico de alergia severa a leite de vaca e derivados, capaz de levar até à morte. Foi o estopim para o casal pesquisar sobre o assunto e descobrir um amplo universo de pessoas convivendo com a alergia e intolerância alimentar.

Atualmente, mais de 60 milhões de indivíduos sofrem algum problema do gênero. Estima-se que, até 2030, metade da população brasileira apresente alergia a algum tipo de alimento. Se pensarmos em pessoas com diabetes e hipertensão arterial, restritos ao açúcar e sódio, consequentemente, esse número já ultrapassa os 100 milhões habitantes. E segundo a última pesquisa realizada pela Anvisa a respeito do tema, 58% das rotulagens foram classificadas como insatisfatórias em relação a advertências sobre alergênicos.

“Imediatamente começamos a pensar em saídas para evitar que mais famílias enfrentassem o que nós passamos. O app leva conhecimento e conscientização para o consumidor, ao mesmo tempo em que pode ser uma vitrine para os fabricantes ou varejistas, já que eles podem conquistar um selo que os credencia como empresas sustentáveis na formulação ou comercialização de produtos.

A NuRÓTULO criou o primeiro protótipo do aplicativo em 2017. Em janeiro de 2020, o Sebrae selecionou a startup para participar do programa ALI (Agente Local de Inovação), sendo reconhecida como projeto inovador na área da saúde e tendo acesso a consultorias exclusivas durante seis meses.

“A NuRÓTULO cumpre um papel social importantíssimo, prestando serviços inestimáveis à população e incentivando a sustentabilidade empresarial. E com a crescente relevância das farmácias como espaços de bem-estar e atenção primária, podemos ajudá-la a espalhar essa iniciativa e conectá-la a futuros investidores”, enfatiza Giovanni Oliveira, CEO da Farma Ventures.

 

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!