Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Aprenda a simplificar o valuation da farmácia

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Aprenda a simplificar o cálculo do valuation da farmácia

Você sabe fazer o cálculo do valuation de sua farmácia? Valuation é o processo de avaliação de uma empresa com o objetivo de estimar seu real valor no mercado. Em geral, é realizado nos momentos em que se quer vender o negócio, aprimorar a gestão e ajustar procedimentos que a estão levando a uma desvalorização no concorrido mercado farmacêutico.

Mas como se faz esse cálculo? Não é uma equação simples e há uma metodologia a ser seguida para saber escolher o método mais adequado ao negócio. O cálculo leva em consideração diversos aspectos, como atividades prestadas, tipo de produto oferecido, o fluxo de caixa e todas as informações relativas ao funcionamento do empreendimento.

“Dessa maneira, além do valor real da empresa, o cálculo do valuation permite fazer projeções futuras de lucro, entender a posição que o empreendimento farmacêutico ocupa no mercado, conhecer as possibilidades de retorno de investimentos e as perspectivas de crescimento.

Vale destacar que não se trata de uma ciência exata e, assim, os resultados podem variar. Como o processo é feito a partir de estimativas, está sujeito a critérios subjetivos de quem realiza o cálculo. “A confiabilidade do resultado depende também da percepção do empreendedor em relação à seleção de fontes de dados, ao mercado e à lógica por trás de suas decisões”, entende Cadri Awad, diretor geral do Instituto Bulla.

Valuation da farmácia tem faturamento como um dos pilares

Para chegar ao valuation da farmácia, o setor costuma recorrer a uma técnica simples. Basta multiplicar por quatro o faturamento mensal do negócio. Tomando por base uma farmácia que vende R$ 50 mil/mês, seu valor de mercado é estimado em R$ 200 mil. Se fatura R$ 90 mil no mesmo período, esse valor no mercado se eleva a R$ 360 mil.

O resultado, obviamente, pode oscilar para cima ou para baixo, devido a características intrínsecas ao varejo farmacêutico. Por exemplo, se o estabelecimento está localizado em um ponto estratégico, de fácil acesso e registra elevadas vendas de balcão, valerá um pouco mais. Por outro lado, se a farmácia funciona em um endereço menos valorizado, seja por qualquer razão, ou tem despesas com entregadores, o valor de mercado tende a ser menor.

O valuation de uma empresa pode ser feito das seguintes formas:

Fluxo de caixa descontado (renda) – traz para o valor presente os resultados do fluxo de caixa futuros. Os parâmetros são taxa de crescimento, investimentos, custos principais. É o método mais utilizado por investidores. A partir da projeção da geração futura de caixa, aplica-se uma taxa de desconto, que representa o custo de capital da empresa

Múltiplos ou cotação (mercado) – avaliação comparativa com outras empresas do mesmo segmento. As premissas utilizadas são faturamento, lucro líquido ou Ebtida. Geralmente é um método usado em conjunto com o anterior

Ativos (valor contábil) – valor retirado a partir do patrimônio líquido. Indicado para empresas que têm operações de grande ativo imobilizado ou com dificuldades financeiras

Liquidação – cálculo feito a partir da diferença entre ativos e passivos. É mais utilizado para empresas em dificuldades, mas sem perspectiva de melhora.

Enfim, o valuation ajuda na gestão da empresa para que haja um crescimento saudável. Por esse motivo, é importante que o processo seja feito por um profissional especializado, com atributos técnicos, conhecimento de mercado e perspectiva estratégica. Desse modo, é possível garantir um resultado justo, próximo da realidade e aderente ao tipo de negócio

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress