O maior canal de informação do setor

Cientistas testam o efeito e a segurança da aplicação de vacinas em quem tem menos de 12 anos

97

Vacinas – A vacinação contra a Covid está avançando no mundo todo inclusive para as faixas etárias mais baixas. Nesta semana, nos Estados Unidos, a Pfizer/BioTech anunciou que seu imunizante pode ser aplicado em crianças de 5 a 11 anos com segurança após fazer testes com voluntários.

A adolescente Zoe, de 11 anos, participou de um dos estudos que investiga se crianças podem tomar os imunizantes contra a Covid-19 que já foram aplicados em quase metade da população mundial. Ela teve o apoio da mãe Katherine, médica epidemiologista, e aceitou ser vacinada.

“Eu fiquei um pouquinho assustada, mas não tanto assim, porque eu confio nas pessoas que fizeram a vacina”, disse Zoe.

“Eu fiquei um pouquinho assustada, mas não tanto assim, porque eu confio nas pessoas que fizeram a vacina”, disse Zoe.

Zoe fez parte de um estudo da Pfizer que acompanhou 2.268 crianças entre 5 e 11 anos. Elas tomaram apenas um terço da dose dos adolescentes e adultos, mas com resposta imune similar, segundo o fabricante. Aqui no Brasil, o médico Cristiano Zerbini cuida dos testes da empresa.

No Brasil, até agora, só há vacinas para a população acima de 12 anos. A vacina do Butantan para pessoas abaixo de 18 anos foi rejeitada pela Anvisa. No mundo, países como China, Emirados Árabes Unidos e Cuba já estão vacinando. Chile e Argentina também vacinam o grupo abaixo de 12 anos com a Coronavac e a Sinopharm, respectivamente. Veja todos os detalhes na reportagem em vídeo acima.

Fonte: G1.Globo

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/coop-chega-ao-top-20-do-varejo-farmaceutico-nacional/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação