O maior canal de informação do setor

Venda de vitaminas compromete estoque do varejo farmacêutico

552

Venda de vitaminas compromete estoque do varejo farmacêutico

A pandemia da Covid-19 fez disparar a venda de polivitamínicos no varejo farmacêutico da Argentina, mas gerou um problema extra para os pontos de venda. As rupturas no estoque e o desabastecimento passar a fazer parte da rotina das farmácias locais. As informações são do portal Pharmabiz.

Segundo estimativas da IQVIA, a demanda por essa categoria no varejo farmacêutico cresceu impressionantes 86,5%  os últimos 12 meses até novembro de 2020, o que totaliza 3 milhões de unidades. Só o campeão de vendas Redoxon, da Bayer, teve incremento de 136%.

Ainda no ano passado, a Bayer implementou um terceiro turno de produção em sua planta própria de vitaminas na Argentina. Mas mesmo essa decisão foi insuficiente para reverter esse cenário, o que pode estar associado à ausência de outros competidores de peso no mercado local. O Centrum, da Pfizer, foi retirado do mercado local e também não há fabricantes especializados em comprimidos efervescentes.

No Brasil

Já no varejo farmacêutico brasileiro, a maior diversidade de fabricantes garantiu a manutenção dos estoques. Além disso, esse segmento não foi tão associado ao combate à Covid-19 e registrou um crescimento mais moderado.

De acordo com ePharma, o consumo desses produtos – prescritos para beneficiários de planos de medicamentos – cresceu 29% em um ano. Os dados comparam os três primeiros trimestres do ano passado ao de 2019.

Os estados do Sudeste concentram 68% do montante total, mas os maiores aumentos percentuais ocorreram nas regiões Norte e Sul – 47% e 40%, respectivamente. Entre os remédios dessa classe terapêutica, cinco grupos de princípios ativos estão entre os mais prescritos. São eles: Vitamina C/Ácido Ascórbico  (11.895 unidades – avanço de 87,06% sobre 2018), Polivitamínicos (2.565), Polivitamínicos e sais minerais (1.735), Arginina e Vitamina C (799) e Vitamina C combinada com Zinco (593).

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação