fbpx
O maior canal de informação do setor

Distribuidoras consolidam-se como hubs do varejo

1.600

Distribuidora - DistribuiçãoDistribuição farmacêutica – O Panorama Farmacêutico inicia seu balanço de 2021 com um setor que, definitivamente, seguiu o lema da transformação neste ano. Muito além de um elo comercial da cadeia, as distribuidoras de medicamentos mudaram seu posicionamento para atuar como um hub de negócios de farmácias independentes e do associativismo.

No caso do pequeno e médio varejo, a pandemia e o cenário macroeconômico tornaram ainda mais flagrantes as dificuldades de escala, o que reforçou a relevância do atacado farmacêutico. De acordo com a IQVIA, as vendas das distribuidoras regionais e locais para farmácias superaram R$ 16 bilhões nos últimos 12 meses, um incremento de 18% contra 11% das grandes atacadistas. O avanço acumulado em cinco anos foi ainda mais expressivo – 71% contra 48%. O market share dessas empresas passou de 35% para 39%.

Essas distribuidoras ampliaram suas participações de mercado em todos os tamanhos de cidades, com evolução superior a dois pontos percentuais nas metrópoles e de quase três nos municípios entre 300 mil e 1 milhão de habitantes.

Faturamento e evolução do share (2021×2020) por tamanho de cidade (Fonte IQVIA)

Distribuidoras Metrópole (> 1m) Grande (300k-1m) Média

(até 300k)

Pequena (<50k)
Locais/Regionais R$ 4,1 bi (36,1% para 38,3%) R$ 3,9 bi (32,9% para 35,2%) R$ 6,1 bi (38,8% para 39,8%) R$ 5,7 bi (41,8% para 42,4%)
Nacionais R$ 6,7 bi

(63,9% para 61,7%)

R$ 7,1 bi (67,1% para 64,8%) R$ 9,2 bi (61,2% para 60,2%) R$ 7,8 bi (58,2% para 57,6%)

 

“A prestação de serviços já está no DNA dessas atacadistas, mas ganhou intensidade em função da queda no poder aquisitivo do consumidor. Com a rentabilidade das varejistas comprometida, esse modelo tornou-se a válvula de escape para dar sobrevida à cadeia farmacêutica regional”, contextualiza Gílson Coelho, consultor de gestão especializado no canal farma.

“Esse movimento encontrou empresas já maduras do ponto de vista operacional, com muito mais facilidade para se adaptar a um cenário que exige conhecimento do cliente e agilidade”, argumenta Ivan Coimbra, diretor executivo da Abradilan.

Centrais de negócios

Não à toa, a entidade elegeu para 2021 os Indicadores de Gestão Abradilan (IGA) como principal plataforma para fortalecer as companhias associadas. Até o momento, mais de 60 distribuidoras aderiram ao projeto, que funciona como uma “bússola qualitativa” para sustentar as tomadas de decisões. A ferramenta permite mensurar rapidamente dados como a produtividade e a inadimplência, quais são os custos versus o faturamento.

Esse também é o caminho percorrido pela Redifar, que reúne 28 distribuidoras com operações em 22 estados e no Distrito Federal. e aposta na implementação de um marketplace para repetir o crescimento de 23% no ano passado. A central de negócios ainda aumentou o leque de medicamentos de prescrição. “Fechamos parceria com toda a linha do Aché, inclusive RX, e com a Eurofarma, fruto de um intenso trabalho de diversificação dos negócios”, celebra o diretor comercial Carlos Tadeu Neubauer.

Digitalização

A tecnologia despontou como resposta natural do atacado farmacêutico para atender a esse movimento. Com atuação no Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima, o Grupo Tapajós colocou em prática um sistema que digitaliza 100% das operações da sua distribuidora homônima, com automatização do sistema de agendamento dos pedidos e uma solução avançada que monitora a frota e o desempenho da equipe de transportadores. “Essas decisões já melhoraram em 52% o nível de serviço de recebimento de cargas”, relata Edson Nunes, diretor de supply chain e prevenção de perdas.

Já a Dislab lançou um aplicativo que garante a realização dos pedidos eletrônicos em dispositivos mobile e inovou ao adotar um programa próprio cashback. “O PDV não só tem acesso a promoções, formas de pagamento e prazos facilitados, como também ganha pontos que podem ser resgatados e convertidos em premiações em até um ano”, enfatiza o diretor executivo Flávio Andrei. A distribuidora atua em São Paulo, Rio de Janeiro e em todo o Centro-Oeste.

Grupo GMill Distribuição, por sua vez, investiu em um marketplace para as 8 mil farmácias independentes que atende na Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro. “Nosso alvo são os varejistas sem presença nos canais digitais ou que não possuem um app de vendas. O pedido do consumidor seria direcionado à loja mais próxima de sua localização, com entrega em até 30 minutos”, explica o CEO Lucas Freire e Freire.

Até mesmo a Black Friday serviu de instrumento para as distribuidoras reforçarem vínculos com os PDVs farmacêuticos. Com presença em cerca de 500 municípios paulistas, a Polydrogas concedeu descontos de até 50% em 300 itens. “Graças às farmácias independentes e ao associativismo, o faturamento avançou 30% nos últimos 12 meses e chegamos a 9,2 mil clientes. Os números também respaldam nossa mudança para uma sede maior em São José do Rio Preto, que devemos concretizar em 2022”, ressalta o diretor de processos Guilherme Costa Miqueletti.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Fonte: https://panoramafarmaceutico.com.br/abrafad-atrai-120-executivos-da-industria-e-atacado-em-rodada-de-negocios/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação