Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Distribuidoras associadas à ABRADIMEX faturam R$ 26 bi

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Abradimex
Divulgação: ABRADIMEX

As distribuidoras de medicamentos associadas à ABRADIMEX totalizaram R$ 26 bilhões de receita em 2022 e registraram um consistente avanço de 14,7% sobre o ano anterior. Os dados acabam de ser divulgados pela IQVIA.

As 17 companhias que integram o grupo respondem por 72,7% do market share nesse segmento, mesmo somando apenas 5% do volume armazenado nos centros de distribuição. Os indicadores reforçam o crescente protagonismo das distribuidoras de medicamentos no acesso a remédios de especialidades e alta complexidade.

“Fatores como o envelhecimento populacional vêm contribuindo para ampliar a demanda recorde por essa classe de medicamentos. Mas existe também uma conjuntura do mercado farmacêutico que está transformando o papel da distribuição”, analisa Paulo Maia, presidente executivo da ABRADIMEX.

Maia refere-se a um movimento da indústria farmacêutica global, que cada vez mais mira atenções e recursos para a inovação radical, em busca de medicamentos com maior valor agregado.

ABRADIMEX vê maior influência do setor na jornada do paciente

O dirigente da ABRADIMEX entende, diante dessa direção rumo aos remédios inovadores, que os laboratórios carecem de parcerias para acompanhar a jornada do paciente. “E não há empresa mais adequada do que a distribuidora para exercer essa função, por ter capilaridade e pleno domínio da operação logística. É um modelo de prestação de serviços que passa também pela jornada do produto”, contextualiza.

De acordo com ele, as distribuidoras tornaram-se um complemento operacional das farmacêuticas na adoção e acompanhamento dos programas de suporte ao paciente (PSPs). “Somos hoje um hub de serviços para as farmacêuticas, comercializando mais de 134 milhões de unidades”, assegura Maia.

ABRADIMEX cresce no canal privado

Os pagadores privados representam 81% do volume de vendas das distribuidoras de medicamentos de especialidades. A maior parte desse montante está concentrada em hospitais (36,4%) e clínicas (31,5%). A rede pública corresponde a menos de 10% da demanda.

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress