fbpx

Estado prepara rede de Saúde para vacinação contra covid-19

Quando a vacina contra o coronavírus chegar, Minas Gerais quer estar
preparado para recebê-la. Para isso, já foi traçado o Plano de
Contingenciamento de Imunização para a covid-19 do Governo de Minas,
com objetivo de se precaver para qualquer imprevisto. Em seis meses, o
Estado espera se estruturar para aplicação e armazenamento das doses e
para dar assistência à população no pós-vacina.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

As ações estratégicas adotadas antes mesmo de ter uma vacina aprovada
consideram uma possível corrida mundial para a aquisição de insumos
referentes ao armazenamento e aplicação do imunobiológico quando for
validado, causando um aumento nos preços desses itens e a falta deles
no mercado.
“O objetivo do plano é organizar nossas ações e estratégias para a
imunização, abordando as fases de pré-campanha, fase de campanha e
pós campanha. O foco, primeiramente, é a fase de pré-campanha, na
qual vamos preparar a rede de Saúde de Minas para aquela que pode ser
considerada a maior vacinação do planeta”, ressalta o secretário de
Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral.
Planejamento
“Trata-se de uma fase de planejamento para quando as doses estiverem
disponíveis. Estamos trabalhando com uma previsão de que, em seis
meses, isso ocorra, por isso, precisamos adequar nossa rede para
recebê-las. Fizemos esse plano para que não haja empecilhos nem
dificuldades de compras diante da alta demanda que haverá”, comenta
Janaína Fonseca, diretora de Vigilância de Agravos Transmissíveis da
Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).
No planejamento estadual, está prevista a compra de seringas, que é um
dos insumos que podem faltar quando a vacina estiver disponível. Outro
processo de aquisição, que está em avaliação pelo Estado, são os
refletores para a Rede de Frio e câmaras de refrigeração para
regionais e municípios – usadas no armazenamento das vacinas. Também
estão sendo cotados os valores de aluguéis de contêineres para
depósito das imunizações. O projeto prevê, ainda, a capacitação de
profissionais e o diagnóstico das regionais.
Centros Especializados
Uma das medidas previstas no Plano de Contingenciamento é a
implementação de Centros de Referência em Imunobiológicos Especiais
(Crie) e Vigilância de Eventos Adversos Pós-Vacinação. Segundo
explica Janaína, o Crie é um serviço novo no estado, existente apenas
nos municípios de Belo Horizonte e Juiz de Fora.
O Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais é o local onde
são encontradas vacinas, imunoglobulinas e soros indicados em
situações especiais, tais como pessoas com doenças ou condições
especiais de saúde e que precisam de vacinas não contempladas no
Programa Nacional de Imunizações ou profilaxias pós-exposição a
animais e a material biológico. A intenção é estruturar um Crie
estadual no Hospital Eduardo de Menezes, que servirá de referência
para os demais estados.
Como Belo Horizonte já possui um Crie implantado atualmente, o Estado
contará com 15 centros, a partir da definição e implantação desta
nova política. Para isso, está em fase de elaboração edital para
municípios interessados na implantação dos centros.
De acordo com o documento, a demanda de vacinas para a imunização da
população contra a covid-19 deve ser estimada, atentando-se para o
quantitativo de doses necessárias para cada grupo prioritário da
campanha. Deve-se primar pelo uso consciente, bem como ter disponíveis
as vacinas no tempo certo em quantidade e qualidade desejável.

Fonte: Jornal de Uberaba 

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/09/02/novo-nordisk-completa-tres-decadas-no-brasil-e-triplica-de-tamanho-em-cinco-anos/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra