fbpx

Farmácia Digital integra todo ecossistema de saúde em um marketplace

Farmácia Digital
Edson Cumpian Paulossi Jr, diretor-administrativo da Unimed de Sorocaba; Sergio Mena Barreto, CEO da Abrafarma; Lucas Akkari, VP da IQVIA; Paulo Magnus, presidente da MV; e Marcelo Ferraz, sócio da Farmácia Digital

 

Em uma realidade em que 54% das pessoas abandonam o tratamento prescrito pelo médico após seis meses, um aplicativo que conecta a farmácia ao paciente faz toda a diferença para o desfecho clínico positivo. É com essa proposta que nasceu o Farmácia Digital, solução omnichannel apresentada pela healthtech MV e que disponibiliza a integração do prontuário eletrônico, receitas digitais, pacientes, varejo farmacêutico e meios de pagamento em um único lugar.

A MV é especializada na criação de soluções de gestão integradas para hospitais, clínicas, operadoras, centros de medicina diagnóstica, rede pública de saúde e pacientes. A healthtech já conta com 2.900 clientes e 2 milhões de vidas cadastradas pelas operadoras de saúde, com R$ 114 milhões em vendas só no primeiro semestre – 70,8% a mais do que no mesmo período do ano passado. O faturamento chegou a R$ 400 milhões em 2021, o que representa um crescimento médio anual de 20%.

“Desenvolvemos um produto white label denominado Um marketplace para chamar de seu, que possibilita que as operadoras de saúde disponibilizem a solução a seus clientes, com sua marca, estabelecendo um novo marco na integração entre a saúde suplementar e o varejo farmacêutico”, explica Marcelo Ferraz, sócio da Farmácia Digital.

“O app está conectado ao nosso ecossistema, o que simplifica os processos de integração com os demais players do mercado”, afirma Paulo Magnus, CEO da MV.

Benefícios da Farmácia Digital

Para os gestores de saúde, a plataforma agrega dados e valor à jornada de atendimento, reduzindo a incidência de sinistralidade. Já para as farmácias, o marketplace pode ser um potente canal de vendas, com suporte e meios de pagamento integrados.

“E a tecnologia ainda proporciona mais praticidade aos pacientes. Ao receberem a receita por SMS, um clique é suficiente para dar prosseguimento à compra do medicamento prescrito, com direito à opção de entrega ou retirada em qualquer endereço”, complementa Ferraz.

Lançamento

O lançamento da Farmácia Digital correu durante a 9ª edição do MV Experience Forum (MEF), que ocorreu nesta quarta-feira, dia 27, no WTC Events Center, em São Paulo. O painel Jornada do paciente: conceituando a Farmácia Digital contou com a presença de Marcelo Ferraz e também de Lucas Akkari, vice-presidente da IQVIA para a América Latina e Brasil; Sergio Mena Barreto, CEO da Abrafarma; e Edson Cumpian Paulossi Jr., diretor administrativo da Unimed Sorocaba.

Há dois meses a Farmácia Digital iniciou um projeto-piloto com a Unimed Sorocaba, na qual cerca de 80 mil pessoas baixaram o aplicativo. “Logo nas primeiras vendas registramos que não somente comercializamos medicamentos, como também itens de OTC e produtos de perfumaria, evidenciando a adesão do cliente ao projeto mesmo sem nenhum tipo de propaganda”, ressalta Ferraz.

Solução que minimiza a ruptura

Para Sergio Mena Barreto, da Abrafarma, a transformação digital colabora para a diminuição das fricções que ocorrem na jornada do paciente na farmácia, hoje muito acidentada. “Podemos elevar a saúde a um novo patamar quando aprendemos a analisar os dados. Essas informações não só contribuem para a adequação do estoque como também ajudam a evitar a ruptura na farmácia”, acredita.

Histórico do paciente ao alcance de todos os players

Para Lucas Akkari, da IQVIA, a área da saúde sempre foi um setor capaz de processar informações valiosas para a tomada de decisão. “Porém, hoje é muito raro ter um histórico de prescrições que permita ao paciente acessar o tratamento receitado há dois anos. Por outro lado, a receita digital possibilita o arquivamento dos remédios prescritos, o acompanhamento do tratamento e envio de notificações. O engajamento do cliente só tende a aumentar”, explica.

Segundo o executivo, atualmente são emitidas cerca de 60 milhões de receitas digitais, dentro de um universo de 600 milhões de prescrições. Já a venda online representava 2,5% do volume de R$ 160 bilhões comercializados nas 90 mil farmácias brasileiras antes da pandemia. “Agora esse percentual já chega a 10% e estimativas apontam para 15% até 2024”, comenta.

 

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra