fbpx

Índice de Preços ao Produtor das Indústrias sobe 0,32%

O Índice de Preços ao Produtor (IPP) das Indústrias Extrativas e de Transformação subiu 0,32% em janeiro, mas ficou abaixo da taxa de dezembro: 0,65%. Em janeiro de 2019, ele havia recuado 0,75%.

Com isso, o acumulado de 12 meses é de 6,33%, maior que os 5,19% de dezembro de 2019. Os dados foram divulgados hoje (5), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O índice mede a evolução dos preços de produtos na porta das fábrica, segundo o IBGE, sem considerar os valores de impostos e fretes. A abrangência é feita por grandes categorias econômicas: bens de capital, bens intermediários e bens de consumo (duráveis e semiduráveis e não duráveis).

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/02/14/vale-a-pena-tributar-o-pecado/

As quatro maiores variações de janeiro foram nas indústrias extrativas (5,52%), metalurgia (3,11%), borracha e plástico (2,01%) e alimentos (-2,01%).

No acumulado de 12 meses, as maiores variações foram nas indústrias extrativas (29,71%), refino de petróleo e produtos de álcool (19,81%), outros equipamentos de transporte (10,07%) e farmacêutica (9,84%).

Pelas grandes categorias econômicas, bens de capital subiram 1,26% em janeiro; bens intermediários ficaram 1,33% mais caros; e bens de consumo apresentaram queda de 1,24%, sendo aumento de 0,56% em bens de consumo duráveis e -1,61% em bens de consumo semiduráveis e não duráveis.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Fonte: IstoÉ Dinheiro

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra