Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

MSD cancela estudo de tratamento para câncer de pulmão

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Câncer de pulmão
Foto: Divulgação

A MSD anunciou nesta quinta-feira, dia 7, que interromperá o ensaio de fase 3 de um tratamento para câncer de pulmão de células não pequenas escamoso metastático. Segundo a farmacêutica, a combinação de Keytruda (pembrolizumabe) com o Lynparza (olaparibe), da AstraZeneca, não demonstrou melhora na sobrevida global e não se mostrou estatisticamente relevante.

A descontinuação do estudo baseia-se na recomendação de um Comitê de Monitoramento de Dados (DMC) independente. “Embora tenha havido avanços científicos significativos na pesquisa do câncer de pulmão nos últimos anos, os pacientes em estágio avançado de câncer de pulmão de células não pequenas ainda permanecem com necessidades não atendidas”, afirma Marjorie Green, vice-presidente sênior de desenvolvimento clínico global e chefe de oncologia em estágio avançado dos Laboratórios de Pesquisa da MSD.

Câncer de pulmão é a principal causa de morte por câncer no mundo

O câncer de pulmão é a principal causa de morte por câncer em todo o mundo. Só em 2020, foram mais de 2,2 milhões de novos casos e 1,8 milhões de mortes globais pela doença. A detecção precoce e o rastreio continuam a ser uma necessidade importante não atendida, uma vez que 44% dos casos não são detectados até estarem em estágios avançados.

O Keytruda é uma terapia anti-receptor de morte programada-1 (PD-1) que funciona aumentando a capacidade do sistema imunológico do corpo de ajudar a detectar e combater células tumorais. Trata-se de um anticorpo monoclonal humanizado que bloqueia a interação entre PD-1 e seus ligantes, PD-L1 e PD-L2, ativando assim os linfócitos T que podem afetar tanto as células tumorais quanto as células saudáveis.

A MSD possui o maior programa de pesquisa clínica em imuno-oncologia do setor. Existem atualmente mais de 1.600 ensaios que estudam o Keytruda em uma ampla variedade de tipos de câncer e ambientes de tratamento. O programa clínico procura compreender o papel do medicamento nos cânceres e os fatores que podem prever a probabilidade de um paciente beneficiar do tratamento, incluindo a exploração de vários biomarcadores diferentes.

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress