Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Mulheres são mais as afetadas pela Síndrome de Burnout

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Síndrome de Burnout

Jornadas de trabalho exaustivas, muita pressão e demandas cada vez maiores são os principais causadores da síndrome de burnout. O problema provoca um esgotamento físico, emocional e mental em diversos profissionais, que nem sempre conseguem identificar esses sintomas como uma doença ocupacional.

Com um ritmo constantemente acelerado e com a cultura de trabalho que exige cada vez mais dos trabalhadores, que acumulam horas extras, reuniões, projetos, e menos dias de descanso, relaxamento e lazer, o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking mundial de países com mais casos da doença, perdendo apenas para o Japão, conforme relatório da International Stress Management Association (Isma-BR – 2021).

Segundo o levantamento feito pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), no mesmo ano, um em cada quatro brasileiros sofre com a síndrome de burnout.

Síndrome de Burnout em números 

As mulheres têm uma taxa de esgotamento de 46%, enquanto os homens têm uma taxa de esgotamento de 37%. “Além das responsabilidades no trabalho, as mulheres ainda têm uma carga de trabalho em casa muito maior do que os homens. Com essa jornada dupla, ou até tripla, eventualmente, corpo e mente respondem com exaustão, o que pode evoluir para problemas mais graves”, alerta Ricardo Triana, diretor executivo do Project Management Institute América Latina (PMI).

Em relação à faixa etária, a pesquisa mostra que 48% dos indivíduos com menos de 30 anos correm maior risco de burnout, em comparação com 40% daqueles com 30 anos ou mais. Isso porque a geração x está mais conectada e ainda consome muito conteúdo e vive de forma mais conectada que as gerações anteriores.

Principais causas

Entre as principais causas para o crescimento da síndrome de burnout no local de trabalho estão a realização de tarefas em ritmo acelerado e sob pressão, o assédio moral e as demandas cada vez maiores nas empresas. O estresse também aumenta nas equipes de projeto quando há incerteza, imprevisibilidade e falta de comunicação.

Então, para garantir que os colaboradores não fiquem sobrecarregados, é importante definir as expectativas antes de cada etapa, para que eles se sintam mais confiantes diante dos imprevistos, e fazer um bom planejamento.

Este conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta médica. Para esclarecimento de dúvidas adicionais sobre uma patologia, medicamento ou tratamento, converse com um profissional de saúde de sua confiança. Evite sempre a automedicação.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!