Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

RD e DPSP concentram 44% do tráfego digital das farmácias brasileiras

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

RD e DPSP concentram 44% do tráfego digital das farmácias brasileiras

A concentração impera quando o assunto é o tráfego digital das farmácias brasileiras. Os portais das duas líderes do setor, a RD – RaiaDrogasil e a DPSP, detêm 44% do número de visualizações de plataformas do varejo farmacêutico.

Os dados levam em conta o desempenho de 110 portais no último trimestre de 2022, com base em levantamento da Similarweb, ferramenta analítica que mensura a audiência gerada na internet.

Com mais de 47 milhões de acessos no período, o site da Droga Raia respondeu por 19,32% do share de tráfego digital das farmácias. Já a Drogasil ocupa a terceira posição no ranking, com 25,23 milhões.

Somadas as duas bandeiras, o grupo contabiliza 29,62% da audiência total. Entre as empresas da RD está a Consulta Remédios, que atraiu cerca de 39 milhões de views entre outubro e dezembro do ano passado. O Grupo DPSP, por sua vez, figura no quarto e sexto lugares, respectivamente com a Drogaria São Paulo (23,42 milhões) e Drogarias Pacheco (11,16).

A lista dos dez portais campeões de acesso inclui ainda as Farmácias Pague Menos e a Ultrafarma, duas redes regionais – a Panvel e a Minas-Brasil – e ainda a Oficial Farma representando o setor de farmácias de manipulação. Só as empresas top 10 dominam 78% do tráfego digital.

RD e DPSP concentram 44% do tráfego digital das farmácias brasileiras

Tráfego digital das farmácias ganha novo status na RD

O tráfego digital das farmácias vem ganhando status na RD, com direito a uma estratégia específica para desenvolver um braço de mídia dentro da companhia. O RD Ads consiste em uma plataforma que cria audiências usando o histórico de compras e interesse dos consumidores da Droga Raia e da Drogasil. Além disso, fornece a indústrias e agências subsídios para a elaboração de campanhas comerciais e publicitárias que atinjam exatamente os clientes desejados.

No fim do ano passado, o grupo adquiriu o controle da startup E-Loopz, que instala telas digitais nos PDVs. Com auxílio de câmeras e tecnologias que permitem ao varejista identificar quais consumidores estão dentro de cada loja a cada minuto, as telas conectarão o anunciante exatamente com quem parou para conferir a divulgação.

“Hoje as empresas estimam a audiência com uso de dados de terceiros, como perfil dos donos de celulares que circulavam na região no momento do anúncio. O que estamos fazendo é rastrear o perfil exato da audiência que viu o anúncio, o quanto a campanha moveu a venda, quantos clientes novos conquistou, quantos recuperou e quantos pontos de share ganhou depois da ação”, ressalta Vitor Bertoncini, diretor executivo de marketing da RD.

Maturidade digital do varejo farmacêutico

Para especialistas em posicionamento digital, as redes de farmácias mais bem ranqueadas vêm mantendo um trabalho consistente nessa área. “Conseguimos perceber um investimento significativo em mídia paga, incluindo links patrocinados, display e social, e na otimização da busca orgânica no Google”, explica Jacqueline Glat, gerente de relacionamento com o cliente da Similarweb Brasil.

Segundo ela, as plataformas que apresentam melhor performance também apostam em aplicativos próprios. “Registramos ainda o crescimento de acessos diretos, o que acontece por meio de um trabalho contínuo e de um investimento relevante em termos de alcance de marca, especialmente em mídias não digitais. Além disso, as redes vêm emprestando uma atenção especial à experiência do usuário, resultando em maior lealdade”, acrescenta.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress