Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Receita da Panvel cresce 10,4% no 2º tri

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Panvel

Bom momento para a Panvel no segundo trimestre de 2023. Em comparação com o mesmo período do ano passado, o grupo registrou um avanço de 10,4% em sua receita, atingindo um montante de R$ 1,2 bilhão. As informações são do portal Amanhã.

Entre os principais motores para esse crescimento, se destacam a marca própria da companhia, os produtos de HPC e também as vendas por meio de canais digitais.

“Investimos no aperfeiçoamento constante dos nossos canais e percebemos que a maturação de alguns projetos ao longo do último ano, como a implantação de ferramentas de social commerce, contribuiu de forma relevante para esse crescimento”, comenta Julio Mottin Neto, CEO do Grupo Panvel.

E-commerce da Panvel representou 19,4% das vendas digitais

Um dos índices recordes para o período foi a representação do e-commerce da varejista no período. Do total de vendas por canais digitais, 19,4% foram realizadas por meio do site.

“O crescimento da venda e do resultado frente a uma base de comparação muito forte do segundo trimestre de 2022 reforça a qualidade de execução da Panvel”, afirma o executivo.

Outro fator importante no período foi ganho de market share. De acordo com o IQVIA, a rede detém 11,7% do mercado total na região Sul e registrou o 12º trimestre em sequência com aumento sua fatia de mercado.

Marca própria avança

Quando o assunto é marca própria, a Panvel também tem motivos para comemorar. O grupo viu seus produtos acelerarem 17,7% em comparação com o 2T22.

Pensando no total de vendas, 6,9% foram apenas produtos de marca própria. “Estamos sempre em um intenso trabalho de pesquisa e desenvolvimento de produtos e buscamos traduzir as tendências para as necessidades e preferências dos nossos clientes”, destaca.

Os produtos fabricados pela Panvel já superam o total de mil itens.

Outros números do trimestre

De acordo com Antônio Napp, diretor financeiro e de relações com investidores do grupo, a rede mantém uma das mais baixas alavancagens do varejo. Em paralelo, 11 novos PDVs foram inaugurados nos últimos três meses.

As áreas de tecnologia e logística foram outros alvos de investimentos na alça de mira do conglomerado farmacêutico. Falando desse último, em março, o grupo inaugurou seu novo centro de distribuição, em Eldorado do Sul (RS).

Com investimento de R$ 30 milhões, o CD possibilita ao Grupo Panvel atuar com o dobro da capacidade logística. À época de sua inauguração, a expectativa era da criação de 400 empregos.

O centro de distribuição tem ao todo 11 mil posições de paletes. “No complexo anterior, tínhamos menos de 5 mil, com separação de 500 mil unidades todos os dias. Com o investimento, vamos nos capacitar para chegar a um milhão de itens”, comenta o diretor de operações Roberto Coimbra.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!