O maior canal de informação do setor

Remédios de enjoo podem levar a crises de ansiedade

159

O enjoo, sem dúvidas, é uma condição extremamente incomoda e multifatorial, ou seja, tem inúmeros motivos para ser ocasionada.

Seja pela ingestão de determinado alimento, uma viagem, gravidez entre outros fatores, o enjoo tende a ser solucionado de forma simples a princípio, como por exemplo, através de medicações comercializadas em farmácias, muitas até sem prescrição médica.

Apesar de parecer ser um ato seguro e inofensivo, o uso de alguns medicamentos para enjoo pode levar a quadros ainda piores do que este mal-estar, como por exemplo, em crises de ansiedade.

A crise de ansiedade após tomar a medicação de enjoo ocorre em cerca de 5% da população e é denominada como reação extrapiramidal.

A reação extrapiramidal geralmente é mais comum em pessoas que tomam antipsicóticos, entretanto, esses efeitos também podem aparecer em menor escala após o uso de drogas para combater náuseas, como a metoclopramida (Plasil) e a bromoprida (Digesan).

Reação extrapiramidal

A reação extrapiramidal são consequências ou sintomas que geralmente aparecem após distúrbios ou doenças que comprometem o sistema neuronal.

Visto que o sistema extrapiramidal nada mais é do que cadeias de neurônios do Sistema Nervoso Central ligadas aos movimentos do corpo humano, quando afetado por um medicamento, por exemplo, acaba gerando movimentos ou reações involuntárias.

Sintomas da reação extrapiramidal

Em relação ao uso de medicamento contra a náusea, a reação extrapiramidal pode ser expressa através de uma crise de ansiedade.

Além da ansiedade, muitos pacientes acabam apresentando os seguintes sintomas:

Espasmos musculares

Movimentos involuntários nos olhos e na língua

Rigidez muscular

Dificuldade para falar e andar

Inquietação

Nervosismo

Esses efeitos ocorrem com mais frequência quando os medicamentos de enjoo são injetados na veia, entretanto, apesar da reação negativa, eles passam de forma natural assim que a substância sai do organismo.

Em casos de reação mais graves, o médico pode administrar um antídoto, a fim de eliminar os efeitos com celeridade.

Outra alternativa, caso não consiga atendimento médico com urgência é entrar em contato com o Disque-Intoxicação, criado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que atende pelo número 0800-722-6001. Através deste atendimento, o indivíduo garante a detecção, avaliação e prevenção de efeitos adversos e outros problemas ligados aos medicamentos.

Vale lembrar que é extremamente importante citar nas próximas consultas médicas a experiência de reação extrapiramidal.

Ademais, evitar a automedicação é um princípio de segurança básica à saúde, que pode evitar inúmeras consequências, inclusive, algumas até mais graves do que a própria condição a ser ‘tratada’.

Fonte: Brasil 123

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/o-que-causa-enjoo-ansiedade-labirintite-gravidez-e-mais-10-doencas-e-condicoes/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação