Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Serviços farmacêuticos atraem 680 líderes em workshop

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

serviços farmacêuticos
Evento trouxe exemplos práticos de adoção dos serviços nas grandes redes. Da esq. para dir. Rogério Lima (Retail Farma Brasil), Albery Dias (Pague Menos), Roberto Canquerini (São João), Renane Bernardes (Venancio) e Carlos Gouvêa (CBDL). Foto: Vitor Miranda

A nova era dos serviços farmacêuticos atraiu uma audiência qualificada para o workshop da Retail Farma Brasil, na última semana. O evento mobilizou cerca de 680 líderes e dirigentes setoriais, dos quais 298 atuam como gestores do varejo. Também estiveram presentes principais empresas que comercializam testes rápidos e vacinas nas farmácias, além de entidades, parceiros e prestadores de serviços.

O workshop ocorreu em formato híbrido, com um grupo reunido na sede da GS1 em São Paulo (SP) e o restante acompanhando de forma virtual – Interplayers, ClinicaRx, CBDL atuaram como parceiros. Mídia oficial do encontro, o Panorama Farmacêutico presenciou uma plateia ávida por somar conhecimentos para pegar carona nesse ciclo das farmácias como epicentro da jornada do paciente.

Cassyano Correr, diretor executivo da ClinicaRx, que integra o grupo Interplayers, trouxe dados emblemáticos que demonstram como as farmácias podem reverter dramas crônicos da saúde global. Hoje, a taxa de não adesão a medicamentos chega a 50% e o subdiagnóstico das 15 doenças crônicas mais prevalentes pode atingir índices de até 90%.

“No Brasil, uma a cada cinco pessoas convive com glicose elevada e sem diagnóstico, enquanto 46% têm pressão alta e não sabem. Para completar, temos 76 milhões com sobrepeso”, afirmou.

Para o especialista, a entrada em vigor da RDC 786/23 abre um campo promissor para as farmácias, ao estabelecer requisitos claros para a realização de mais de 50 exames laboratoriais no PDV, além de uma gama de procedimentos clínicos.

Serviços farmacêuticos têm Exterior como modelo

Os serviços farmacêuticos encontram no Exterior modelos de sucesso facilmente replicáveis à realidade brasileira. Sergio Mena Barreto, CEO da Abrafarma e um dos palestrantes, trouxe à tona modelos consagrados em países como China, Estados Unidos, Israel e Itália, que já foram palcos de missões técnicas internacionais promovidas pela entidade.

“Realidades como a da Itália, onde as farmácias realizam até exames de holter, deveriam servir de parâmetro em um país onde 70% das pessoas não se submete a testagens para avaliar sua condição clínica”, acredita.

Barreto ainda utiliza o exemplo da pandemia para provar a força das farmácias como hubs de resolutividade em saúde. As 30 maiores redes de farmácias do país aplicaram mais de 20 milhões de testes rápidos da Covid. “Nas anamneses que os profissionais das redes realizaram com os pacientes, detectamos que pelo menos 10% dos casos eram graves o suficiente para encaminhamento ao hospital.”, acrescenta.

Três grandes redes, inclusive, participaram do workshop para destacar o advento dos serviços farmacêuticos nas suas lojas. Foram elas as Farmácias São João, Farmácias Pague Menos e Drogaria Venancio.

“O evento ressaltou o potencial dos serviços farmacêuticos como uma nova e robusta categoria dentro do PDV, inserida de maneira prioritária na cesta de compras do paciente”, repercute Paulo Gomes, vice-presidente de Relacionamento com o Mercado da Retail Farma Brasil.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!