Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

União Química incorpora Inovat para otimizar recursos

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

União Química
Foto: Divulgação

A União Química informou em fato relevante uma reorganização societária da companhia na qual aprovou a incorporação de sua controlada Inovat Indústria Farmacêutica.

Segundo o comunicado, “a incorporação deverá ser realizada com a finalidade de atender aos interesses econômicos do grupo União Química, promovendo um melhor aproveitamento dos recursos envolvidos e uma perspectiva de expansão dos negócios sociais, além de ser uma medida de racionalização das atividades do grupo empresarial.”

A companhia contratou a KPMG para auditar o processo e, conforme o laudo de avaliação, o valor total do patrimônio líquido da Inovat é de R$ 58,6 milhões, que será totalmente incorporado pela União Química, de forma que o capital social da companhia não sofra qualquer alteração.

União Química mantém classificação de Rating ‘AA(bra)’

A farmacêutica recebeu a confirmação de sua Classificação de Rating de Longo Prazo ‘AA(bra)’ pela Fitch Ratings. A União Química planeja um crescimento de volume de vendas de 2% a 4% entre 2023 e 2025, com expectativa de receita crescente. Além disso, a empresa manterá investimentos médios anuais entre R$ 100 milhões e R$ 150 milhões, com dividendos representando 25% do lucro líquido.

  • Crescimento do volume de vendas de 2% a 4% entre 2023 e 2025.
  • Crescimento da receita de 10% em 2023 e 7% em 2024 e 2025.
  • Investimentos médios anuais entre BRL100 milhões e BRL150 milhões de 2023 a 2025
  • Dividendos de 25% do lucro líquido.

Resumo da Análise

Embora a classificação da União Química seja ‘AA(bra)’, é importante notar que a empresa enfrenta competição em um mercado farmacêutico altamente fragmentado. No entanto, sua gestão prudente e histórico sólido de geração de caixa operacional sustentam sua posição competitiva.

A expectativa da Fitch é que a companhia alongue o perfil de sua dívida. Em 30 de junho de 2023, a dívida consistia principalmente de debêntures (30%), linhas de capital de giro (33%), Resolução 4131 em dólar (19%) e swap para real (6%).

O rating da União Química é inferior ao do Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. (Aché, IDR – Issuer Default Rating – Rating de Inadimplência do Emissor em Moeda Estrangeira BB/Perspectiva Estável, IDR em Moeda Local BBB/Estável, Rating Nacional de Longo Prazo AAA(bra)/Estável), que tem sólida posição no mercado farmacêutico brasileiro, principalmente no segmento de medicamentos com prescrição médica, e ao da Eurofarma Laboratórios S.A. (AAA(bra)/Perspectiva Estável), que apresenta maior diversificação de segmentos e geográfica, com presença em vinte países, sendo a grande maioria ainda em processo de maturação.

O rating da União Química está um grau abaixo do da Blau Farmacêutica S.A. (Blau, AA+(bra)/Estável) devido a seu perfil de liquidez mais fraco, com histórico de manutenção de modesto saldo de caixa e vencimentos de dívida concentrados nos próximos 24 meses. O rating da União Química também incorpora maiores necessidades de capital de giro e capacidade de geração de caixa operacional abaixo da de seus pares, o que historicamente pressiona sua geração de FCF.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!