O maior canal de informação do setor

Antidepressivos e estabilizadores de humor tem aumento de 34% nas vendas em Alagoas

242

Uma pesquisa realizada pelo Conselho Federal de Farmácia aponta que a venda de medicamentos antidepressivos e estabilizadores de humor aumentou 13% em relação ao mesmo período do ano passado. Os números se referem a unidades de medicamentos (capsulas ou comprimidos) comercializados no varejo, ou seja, farmácias e drogarias.

Veja também: Usados para reações da vacina, analgésicos em excesso podem causar danos à saúde

Em Alagoas, a pesquisa mostra que entre os anos de 2019 e 2021 o percentual de vendas foi de 34%. Para ser ter uma ideia, antes da pandemia- no ano de 2019- eram vendidos quase 251 mil capsulas ou comprimidos destes medicamentos e em 2021 esse número já está em quase 401 mil unidades.

Siga nosso Instagram

O presidente do Conselho Regional de Farmácia de Alagoas, Robert Nicácio, explica que este tipo de medicamento só é vendido com prescrição médica e retenção de receita. ‘O aumento nas vendas destes medicamentos traz um alerta sobre a saúde mental da nossa população. Alagoas registrou um aumento de mais de 10% comparado ao mesmo período do ano passado’, pontuou.

Robert reconhece que a pandemia trouxe mudanças de hábitos e comportamentos, a exemplo do isolamento social, do teletrabalho que trouxeram situações de estresses das quais não se estava habituado. ‘Estes medicamentos aliviam sintomas de ansiedade e depressão, contudo, é preciso ter cuidado com o uso contínuo deles que podem levar a dependência’, alertou.

A orientação é que as pessoas busquem alternativas saudáveis para cuidar da saúde, como fazer atividade física, ter uma boa alimentação, procurar ocupar a mente, conversar com amigos. ‘Com a população sendo imunizada, é possível sair de casa seguindo os protocolos de segurança. O tratamento medicamentoso deve ser a última alternativa’, disse.

Fonte: Repórter Maceió

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação