O maior canal de informação do setor

Bayer espera aval para medicamento contra hemofilia no SUS

444

A Bayer espera ainda este mês a aprovação de seu primeiro medicamento contra hemofilia A na rede pública de saúde. O novo fármaco está em fase de consulta no Conitec, comissão responsável por avaliar incorporações de tecnologias e tratamentos inovadores no Sistema Único de Saúde (SUS).

O medicamento foi aprovado pela Anvisa e desde o fim de 2020 está em análise pela comissão. Atualmente, estima-se que 13 mil pacientes estejam em tratamento contra a doença por meio do sistema público.

Em entrevista ao Valor Econômico, o presidente da divisão farmacêutica da Bayer no Brasil, Adib Jacob, ressaltou que o remédio traz um fator de reposição de longa duração, uma alternativa que reduz a quantidade de infusões feitas no paciente por semana. Na droga usada hoje no SUS, essas aplicações são realizadas quase que diariamente.

Ainda segundo o executivo, o medicamento é um dos dez lançamentos inovadores que a farmacêutica projeta inserir no mercado brasileiro até 2022. Um dos produtos esperados trata mais de 20 tipos de câncer. A companhia também mira esforços nas áreas de cardiologia, oftalmologia e saúde feminina.

Em 2020, o faturamento da Bayer com medicamentos de prescrição aumentou 8% e chegou a R$ 2,1 bilhões. A projeção é crescer 14% neste ano.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação