fbpx

Câmara propõe venda gratuita de medicamentos para depressão

Câmara propõe venda gratuita de medicamentos para depressão

Um Projeto de Lei em discussão na Câmara dos Deputados propõe a disponibilização gratuita de medicamentos para o tratamento da depressão na rede pública. O Brasil é o primeiro país do mundo em casos de transtorno de ansiedade e o segundo na incidência de depressão.

O PL 4680/20 é de autoria do deputado Geninho Zuliani (DEM-SP) e altera a Lei nº 10.858/04, que autoriza a Fiocruz a fornecer medicamentos gratuitos ou baixo custo. Essa lei proporcionou a criação do Programa Farmácia Popular do Brasil.

Na visão do parlamentar, a pandemia da Covid-19 fez disparar em todo o mundo casos de ansiedade e depressão, com reflexos especialmente no Brasil. O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Seguridade Social e Família; Finanças e Tributação; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra