O maior canal de informação do setor

CFF aborda remuneração, insalubridade e direitos na campanha do Dia Internacional do Farmacêutico

80

Valorize o farmacêutico! Ele sempre escolhe o melhor caminho para garantir o seu bem-estar. Essa é a mensagem principal da campanha lançada pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF) nesta terça-feira, 2/09, em homenagem aos profissionais da Farmácia, pelo Dia Internacional do Farmacêutico, cuja data comemorativa é dia 25 de setembro, e ao Dia Nacional do Farmacêutico, lembrado no dia 20 de janeiro. A intenção é ir além da campanha, estimulando em paralelo, um movimento pela garantia de direitos e prerrogativas do farmacêutico, como salário digno e insalubridade, como garantias do exercício ético e de qualidade.

Veja também: Em um ano, varejo farmacêutico cresce 14,69% e bate R$ 66 bi

O público-alvo são farmacêuticos, autoridades constituídas nas áreas de interesse da campanha e a população em geral. Ações estratégicas vão estimular o envolvimento da categoria, como o lançamento do hotsite valorizeofarmaceutico.cff.org.br (em breve) e das hashtags #ValorizeoFarmacêutico e #CuidadoParaQuemCuida. Haverá também o lançamento do Observatório da Profissão Farmacêutica, para subsidiar as ações dos conselhos de Farmácia na busca de solução dos gargalos da profissão. Por meio do Observatório será realizada a 2ª edição da pesquisa o Perfil do Farmacêutico no Brasil. Os dados serão divulgados no Dia Nacional do Farmacêutico, 20/01.

Siga nosso Instagram

Dentre as ações da campanha, ainda, também está prevista a criação do Comitê de Direitos e Prerrogativas Profissionais no CFF e fomento à reprodução dessas estruturas nos CRFs; Convocação do Fórum Nacional de Luta pela Valorização da Profissão Farmacêutica (para outubro); e realização de atos políticos pela Valorização da Profissão Farmacêutica na Semana do Farmacêutico, em Brasília, dia 22/09.

A peça que inaugura a campanha traz a imagem de dois farmacêuticos vestidos de jaleco branco, posicionados de pé e de costas, o que representa o caminho que ele irá escolher e remete a uma ideia de oposição entre o que o farmacêutico faz, representa, e o que a população deve fazer para valorizar o farmacêutico. A representação do cenário também se divide em dois lados opostos. O esquerdo, um ambiente de trabalho do farmacêutico, é o lado da atuação. O direito, a imagem de um posto de trabalho abandonado, simboliza o lado da luta, representando também a necessidade da valorização pela população.

O conselheiro federal de Farmácia pelo Paraná, Gustavo Pires, explica que o diferencial dessa campanha em relação às outras já realizadas é que se criou uma forma distinta do habitual para parabenizar o farmacêutico. ‘Por meio de todas as ações que desenvolvemos para serem realizadas até o dia 20 de janeiro de 2022, estaremos mostrando a importância de nossa atuação, com peças publicitárias veiculadas em nossas redes sociais, mas também teremos as ações práticas. Pensamos essa campanha em busca de valorização profissional pela população e, por meio desses exemplos claros, também queremos mostrar que o Conselho Federal de Farmácia escuta os anseios da categoria e busca soluções’.

Fonte: Comunicação do CFF

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação