fbpx

CoronaVac deixa de ser produzida no Brasil

CoronaVac

O Instituto Butantan interrompeu a fabricação da CoronaVac, a primeira vacina contra a Covid-19 a ser aplicada no Brasil. O imunizante parou de ser fabricado em outubro do ano passado, segundo a instituição, por falta de demanda.

O último lote foi enviado ao Ministério da Saúde em fevereiro, fechando um total de 110 milhões de doses entregues. A produção foi suspensa porque, desde então, não houve mais pedidos.

Embora tenha sido a primeira a ser usada no país, a CoronaVac ainda não tem o registro definitivo na Agência Nacional de Vigilância Sanitária, ao contrário das outras três aplicadas por aqui (Pfizer, AstraZeneca e Janssen). A vacina também não obteve até agora registro emergencial para utilização em crianças de 5 a 11 anos.

Não há previsão para a retomada de produção da vacina.

Fonte: Veja

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra