Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Entidade do setor farmacêutico lança apoio à política do governo

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

entidade do setor farmacêutico
Foto: Divulgação Grupo FarmaBrasil

Uma importante entidade do setor farmacêutico manifestou apoio oficial ao Nova Política Industrial, plano lançado pelo governo federal que prevê R$ 300 bilhões em financiamentos para a indústria. As informações são da Veja.

Para o Grupo FarmaBrasil, que reúne 12 indústrias farmacêuticas brasileiras, a iniciativa contribuirá para fortalecer a produção local de medicamentos.

“O programa tem como objetivo “revitalizar a indústria brasileira, fomentar investimentos em tecnologia e inovação, melhorar a competitividade do Brasil entre as principais economias do mundo e acelerar a transição para uma economia mais sustentável”, afirmou a entidade em nota oficial.

Na visão do grupo presidido por Reginaldo Arcuri (foto), a pandemia escancarou a importância de fortalecer a indústria farmacêutica de maneira a garantir a oferta de medicamentos seguros e de qualidade.

O dirigente ressalta ainda que o Nova Indústria Brasil contemplou debates com o setor privado por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial. “O programa coloca o Brasil alinhado com outros países que vêm adotando políticas industriais modernas e sustentáveis, como Estados Unidos, União Europeia e Japão”, reforça.

Entidade do setor farmacêutico cobra Anvisa forte

A entidade do setor farmacêutico apoia a política de desenvolvimento, mas aproveitou para também cobrar o fortalecimento da Anvisa e do INPI. Para o Grupo FarmaBrasil, tanto a agência como o instituto representam “indutores do desenvolvimento da indústria nacional”.

“Além das formas de incentivo econômico, é imprescindível uma regulação afinada com métodos eficazes para o desenvolvimento de setores de alta tecnologia”, acrescentou.

No caso de saúde, a meta do governo prevê que, até 2033, o país possa produzir internamente 70% de todas as suas necessidades com medicamentos, vacinas, equipamentos e demais insumos e tecnologias.

Hoje o Brasil produz apenas 5% dos insumos utilizados na fabricação de medicamentos no país, e precisaria investir US$ 1 bilhão em desenvolvimento e infraestrutura para ampliar para 20% a produção nacional dentro de cinco a dez anos, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Insumos Farmacêuticos (Abiquifi).

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress