Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Pague Menos é condenada por insalubridade para farmacêuticos

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

insalubridade para farmacêuticos
Foto: Divulgação

A rede de farmácias Pague Menos terá que pagar insalubridade para farmacêuticos que moveram uma ação contra a varejista no Piauí. A ação coletiva foi organizada pelo Sindicato dos Farmacêuticos do Estado do Piauí (Sinfarpi) e julgada pela 6ª Vara Federal do Trabalho de Teresina (PI).

A empresa terá que arcar com uma insalubridade de grau médio (20%). Na opinião do juiz responsável, as condições de trabalho relatadas entre os meses de fevereiro de 2018 e fevereiro de 2019 caracterizavam risco aos profissionais.

“Essa vitória representa um marco importante na busca dos farmacêuticos por reconhecimento e justiça em relação à insalubridade que enfrentam em seus locais de trabalho”, declarou o sindicato, por meio de suas redes sociais.

Insalubridade para farmacêuticos: Pague Menos não está sozinha

Essa não é a primeira vez que uma grande rede de farmácias é condenada a pagar adicional de insalubridade para farmacêuticos. Em novembro, a Drogaria São Paulo sofreu sanção semelhante.

O motivo da condenação foi a exposição habitual a agentes biológicos devido ao manuseio e à aplicação de injeções. A profissional atuava em uma unidade da rede em Peruíbe, no litoral paulista.

Na varejista, na qual trabalhou por 12 anos, ela atuou também como balconista. Na ação, a gerente relatou que, além de aplicar injeções, realizava testes de glicemia, onde uma amostra do sangue do paciente é retirada para a análise.

Para o perito, essas atividades constituem um grau médio de insalubridade.

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress