O maior canal de informação do setor

Laboratório apresentará novos documentos para Anvisa sobre vacina Sputnik

214

Nesta sexta-feira, o laboratório União Química deve apresentar novos documentos à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) sobre a vacina Sputnik, que está desenvolvendo no Brasil, para conseguir a liberação do uso emergencial do imunizante.

Siga nosso Instagram

Rogério Rosso, diretor de negócios internacionais da União Química, disse que a empresa estava aguardando uma reunião nesta quinta-feira para enviar os documentos solicitados pela agência.

— A reunião foi muito positiva e amanhã daremos continuidade e apresentaremos novos documentos complementares do pedido emergencial realizado em 15 de janeiro de 2021 — afirmou Rosso.

Anvisa realizou nesta quinta-feira (21/1) reunião com o laboratório União Química, responsável pela vacina Sputnik no Brasil. O objetivo foi acompanhar e trocar informações com o laboratório sobre o desenvolvimento da vacina”, divulgou a agência na noite desta quinta-feira.

No último sábado, a Anvisa devolveu o pedido da farmacêutica por não atender a “requisitos mínimos” da agência. Na ocasião a Anvisa afirmou que o pedido foi restituído pela falta de autorização para a condução dos ensaios clínicos fase 3, a condução em andamento no país desses estudos e questões relativas às boas práticas de fabricação.

Fonte: Yahoo Finanças

Veja também: Brainfarma está com novas vagas abertas em Anápolis

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação