fbpx

Ministério da Saúde amplia lista de contraceptivos no SUS

contraceptivos no SUS

O Ministério da Saúde anunciou a ampliação da lista de contraceptivos no SUS, atendendo a uma recomendação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia no Sistema Único de Saúde (Conitec).

De acordo com a portaria publicada no Diário Oficial da União, os contraceptivos injetáveis que passam a fazer parte da rede pública de saúde são o acetato de medroxiprogesterona, o cipionato de estradiol, o algestona acetofenida e o enantato de estradiol. Todos têm aplicação mensal.

Prazo-limite para incorporação dos contraceptivos no SUS

As áreas técnicas do Ministério terão um prazo máximo de 180 dias para efetivar a oferta dos contraceptivos para as mulheres que recorrerem ao SUS. Atualmente, o SUIS já disponibiliza outros tipos de contraceptivos, como o diafragma e os preservativos, tanto masculino quanto feminino.

Os pacientes também contam com alternativas terapêuticas hormonais e o DIU  de cobre. Trata-se de um dispositivo intrauterino em forma de T que é colocado dentro do útero e libera uma pequena quantidade de cobre para impedir que os espermatozoides fertilizem os óvulos.

 

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra