fbpx
O maior canal de informação do setor

Perigo à saúde: uso de medicamentos sem prescrição médica pode causar dependência

257

Ontem, 5 de maio, foi o Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos, em alusão aos problemas que podem ser ocasionados pelo uso incorreto de remédios sem a prescrição médica. Para alertar sobre os perigos à saúde, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) lançou a cartilha Uso racional de medicamentos.

A cartilha traz várias orientações e alertas importantes para a população, reforçando, principalmente, que a automedicação, apesar de ser comum, não é uma prática indicada. A farmacêutica e gestora da Coordenadoria de Políticas de Assistência Farmacêutica da Sesa, Fernanda França Cabral, explica os efeitos da automedicação. ‘Como consequência, podemos citar reações alérgicas, dependência e perigo de intoxicação, podendo ocasionar até a morte e resistência a medicamentos no caso dos antibióticos’, pontua.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Fernanda acrescenta que até os remédios considerados comuns, para a dor, como dipirona ou paracetamol, devem ser administrados com cautela, pois podem ocasionar problemas graves. ‘Os medicamentos analgésicos são utiliza dos comumente pela população, mas, como todo medicamento, devem ser utilizados com cautela e em quantidades adequadas. O paracetamol, por exemplo, se utilizado em excesso, pode causar danos ao fígado e, em casos mais extremos, pode até culminar na necessidade de transplante do órgão. No caso da dipirona, o excesso pode ocasionar tremores, náuseas e reações alérgicas’, alerta.

Contraceptivos

A farmacêutica destaca ainda o uso de contraceptivos por conta própria entre as mulheres. Ela reforça que a prescrição médica é imprescindível para a saúde da mulher. ‘Contraceptivos também devem ser utilizados em quantidades apropriadas, sob risco de eventos de trombose, se utilizados em excesso’, explica.

Relação

A Secretaria da Saúde informou que estimula campanhas sobre o uso racional de remédios nas unidades de saúde, inclusive em parceria com o Conselho Regional de Farmácia (CRF-CE), colocando como prioridade o uso correto e eficaz dos fármacos como fonte essencial para a recuperação dos pacientes internados.

No último 13 de abril, a Sesa divulgou a Relação Estadual de Medicamentos (Resme), que visa a promover a padronização de uma relação única para o Ceará e que contemple as particularidades e necessidades das unidades de saúde em todos os níveis de atenção.

‘A Resme qualifica o acesso e promove o uso racional de medicamentos, como também dá subsídios para a otimização das ações de planejamento e organização, pois consideramos o medicamento como um dos principais insumos estratégicos utilizado para a promoção da melhoria das condições de saúde e vida da população cearense’, afirma Fernanda.

Dúvidas

Na cartilha Uso racional de medicamentos, a Sesa ressalta ainda a importância de esclarecer as dúvidas no momento da consulta, como por exemplo: a dose a ser ingerida; o tempo de uso da medicação; administração de doses durante o dia; quais efeitos colaterais, entre outros.

A Sesa alerta também que, quando utilizar os serviços públicos de saúde, o paciente tem o direito de receber gratuitamente pelo SUS o tratamento para o seu problema de saúde. Além disso, os medicamentos disponibilizados pelo SUS devem ser receitados pela denominação genérica e não pelo nome de marca.

A Secretaria informa ainda sobre os riscos ao jogar os medicamentos vencidos fora. A forma correta é encaminhar os remédios a um posto de coleta, que pode ser encontrado nas farmácias e drogarias.

Fonte: O Estado CE Online

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação