O maior canal de informação do setor

Pesquisadora da Unifal é empossada na Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil

123

Magali Benjamim de Araújo, professora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas, foi eleita como membro titular da Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil/Academia Nacional de Farmácia. A docente passou a ocupar a cadeira nº 19, que tem como patrono acadêmico Elyseu Guilherme da Silva.

A cerimônia de posse foi realizada virtualmente no dia 10 de junho, com a presença de mais de 100 convidados, entre profissionais de saúde, docentes, familiares e amigos. Além da professora Magali, também foram empossadas as pesquisadoras Maria das Graças Carvalho (UFMG) e Marta de Lana (UFOP).

Magali foi indicada para a Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil pela forte atuação na área da Farmácia, com ênfase em análise e controle de fármacos e medicamentos, bem como em validação analítica.

Dentre as atividades desenvolvidas pela docente, destaca-se o trabalho realizado à frente do Núcleo Controle de Qualidade da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unifal e como gestora pública, oportunidades em que contribuiu para o desenvolvimento da pesquisa, do ensino e da extensão institucional. A docente já foi coordenadora do curso de Farmácia, diretora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas e vice-reitora da Unifal.

A professora Magali Benjamim de Araújo (Foto: Arquivo Pessoal/Magali Benjamim de Araújo)

Durante a solenidade de posse, a professora Magali expressou seu grande contentamento pelo ingresso na Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil e o quanto se sentia honrada pela distinção.

A professora também argumentou que no cenário atual, a multidisciplinaridade da profissão, aliada ao empreendedorismo, assume um papel de grande relevância na profissão do farmacêutico, o que amplia as possibilidades de atuação. A professora fez uso dessa multidisciplinaridade da profissão, uma vez que além da docência e da pesquisa, ao longo da carreira, comprometeu-se também com a gestão pública na Universidade.

A empossada agradeceu a oportunidade de exercer suas habilidades, destacando a contribuição de todos os colegas que a ajudaram a construir sua trajetória na Unifal. Em homenagens feitas aos colegas da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unifal, a nova membro titular da Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil/Academia Nacional de Farmácia, falou do companheirismo e conquistas em prol do curso de Farmácia da Universidade.

Reitor da Unifal

Presente na cerimônia, o reitor da Unifal, Sandro Amadeu Cerveira, parabenizou a professora Magali pela vitória e reconhecimento. Em pronunciamento, o reitor disse ter tido a honra de conhecer de perto o trabalho da professora desde quando ingressou na Unifal como diretor do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL).

Cerveira falou do convívio e parceria com a professora Magali, enquanto ela exercia o cargo de vice-reitora da Universidade, ressaltando a sua trajetória e construção de seu legado, na formação de profissionais farmacêuticos e qualificação de mestres, doutores e pós-doutores.

As acadêmicas titulares receberam as congratulações de diversas autoridades, entre elas o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga; o governador de Minas Gerais; Romeu Zema (Novo); o secretário-geral do Estado de Minas Gerais, Mateus Simões, e a presidente do Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais, Júnia Célia de Medeiros.

A Academia Nacional de Farmácia

Fundada em 13 de agosto de 1937, a Academia Nacional de Farmácia é entidade pioneira no campo das Ciências Farmacêuticas no Brasil, sociedade civil científica de âmbito nacional, que tem como objetivos: estudar, debater, divulgar, educar e colaborar, como órgão consultivo em atividades nacionais e internacionais, em tudo o que se relacione às Ciências Farmacêuticas.

Os membros titulares simbolicamente ocupam cadeiras que têm como patronos farmacêuticos e cientistas brasileiros notáveis. As cadeiras, em número de 100, são distribuídas nas seções de Farmácia, Farmácia Industrial, Ciências, Farmacologia, Medicina Humana, Medicina Veterinária e Odontologia.

A Academia Nacional de Farmácia desenvolve atividades com a finalidade de promover a disseminação do conhecimento científico e tecnológico, com vistas ao processo de integração entre cientistas, que atuam com os profissionais do segmento farmacêutico no ensino e pesquisa, e se dedicam à conversão desse conhecimento em produtos e serviços inovadores.

Fonte: Alfenas Hoje

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/senador-pede-que-farmaceuticas-revelem-dado-de-venda-de-kit-covid/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação