O maior canal de informação do setor

Tendências de beleza para 2022

118

O ano é novo, mas o mundo ainda vive uma pandemia. Como se não bastasse a Covid-19, um surto de gripe também tem causado dor de cabeça na população brasileira. É por isso que diversas marcas têm investido em produtos de higiene e beleza. Depois de usar tanto álcool gel é preciso ficar atento com a hidratação das mãos, por exemplo. Os lábios, que continuam abafados pelas máscaras de proteção, precisam de atenção redobrada. Há ainda preocupação com o envelhecimento da pele e a flacidez, entre outros. Confira a seguir algumas tendências de beleza e bem-estar para 2022.

Higiene das mãos

O sabonete e desinfetante para as mãos ganharam um novo status na categoria ‘itens obrigatórios’. Diversas marcas entraram no segmento oferecendo esse tipo de produto, não apenas com os aromas e as embalagens atualizados, mas com formulações mais adequadas (leia-se: hidratantes) para a pele. Isso por que, assim como o intestino, a pele tem seu próprio ecossistema único de bactérias, fungos e vírus que afetam seu funcionamento. ‘Manter o equilíbrio desse microbioma é essencial para manter uma pele hidratada e brilhante. Em meio à pandemia de Covid-19, onde a atmosfera ultra-higiênica nos faz pensar mais sobre a interação da nossa pele com o meio ambiente, um desequilíbrio desse ecossistema pode favorecer a irritação, ressecamento e sensibilidade da pele’, afirma Roberta Padovan, médica pós-graduada em Dermatologia e Medicina Estética.

Clean beauty

Pesquisas indicam que as marcas de cuidados com a pele que promovem a transparência dos ingredientes estão ganhando popularidade. Nesse quesito, o clean beauty ganhou popularidade. ‘Clean beauty é uma tendência do setor de beleza que se iniciou no Japão. Trata-se de produtos que não contém ingredientes tóxicos, de forma que os rótulos desses produtos listam todos os ingredientes. Esse movimento vem principalmente de uma demanda do consumidor que está cada vez mais consciente quanto a substâncias possivelmente tóxicas como parabenos, oxibenzona, lauril sulfato de sódio e etc.’, explica o dermatologista Daniel Cassiano, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Proteção contra luz azul

Graças à pandemia, quase tudo em nossas vidas se tornou digital. Mas embora os efeitos prejudiciais da luz azul na pele não sejam segredo, as empresas estão descobrindo ingredientes mais inovadores que podem ajudar a combater esses efeitos. ‘Os dispositivos eletrônicos emitem radiação azul, que compreende uma faixa do espectro que causa danos à pele e ao cabelo. Uma das novidades é Pro Shield, um sucrapeptídeo vegetal, extraído do café verde, 100% natural e que age como protetor natural contra a poluição digital e poluição ambiental’, explica a farmacêutica Maria Eugênia Ayres, gestora técnica da Biotec Dermocosméticos. Outro ativo que pode ser usado é Shield MLDA, um peptídeo extraído do café torrado, que tem a capacidade de absorver a luz visível/azul neutralizando os malefícios desta radiação.

Maskne

O uso de máscaras faciais tornam a pele mais vulnerável à irritação. ‘O surgimento e agravamento de quadros de acne também são uma preocupação nesse período, visto que, além do ressecamento, as máscaras também podem causar a obstrução dos poros’, alerta a dermatologista Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. É claro que o problema da acne tem causa multifatorial, mas uma boa rotina skincare e o uso de produtos adequados evita que a máscara seja um fator desencadeante. ‘Comece realizando a higienização da pele, o que deve ser feito com sabonetes específicos para o seu tipo de pele, ou seja, quem possui pele oleosa deve optar por sabonetes líquidos formulados com ativos seborreguladores, enquanto quem possui a pele mais ressecada precisa realizar a limpeza com mousses mais hidratantes. Mas, independentemente do tipo de pele, o ideal nesse momento é investir no uso de produtos mais suaves e evitar fazer uma fricção acentuada enquanto higieniza a pele para não causar agressões ao tecido. Logo depois, hidrate a pele, mesmo que ela seja oleosa’, recomenda a dermatologista.

Skinimalismo

Depois da pandemia, percebemos que não precisamos de tanto. Definitivamente o menos é mais. “A pele responde bem a um tratamento direcionado e não a um volume muito grande de produtos aleatórios aplicados sem orientação”, afirma a dermatologista Paola. O método de skincare conhecido como skip-care ou skinimalismo é um bom caminho, já que consiste na utilização de apenas três produtos que vão manter sua pele bem cuidada: um sabonete de limpeza, um hidratante e um filtro solar (usados nessa ordem). Quer uma dica para não errar na escolha do hidratante anti-idade? Entenda seus genes. E como fazer isso? Por meio da realização de um exame genético. ‘Através do exame genético é possível identificar se o paciente possui genes que favorecem o surgimento de rugas, manchas, flacidez e ressecamento. Com isso, é possível escolher os ingredientes ativos ideais para tratar essas alterações’, diz o geneticista Marcelo Sady, Pós-Doutor em Genética e diretor geral Multigene.

Zoom Face

Já ouviu falar no ‘zoom face’? Depois de semanas olhando para nós mesmos em videochamadas cobraram seu preço. As preocupações com o ‘zoom face’ também estão aumentando. ‘O fato de estar em casa olhando no espelho ou fazendo uma videoconferência o dia inteiro, aliado à ansiedade e ao estresse característico desse período, pode ser um impulso para o autocuidado, o que é positivo, mas nós médicos devemos observar se isso não evolui para um caso mais sério de distúrbio de imagem, como dismorfia ou insegurança com a própria aparência’, acrescenta o cirurgião plástico Mário Farinazzo, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e Chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Fonte: Diário da Região de São José do Rio Preto


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/china-deve-liderar-mercado-farmaceutico-global/

 

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação