fbpx
O maior canal de informação do setor

Veja as cidades que mais abriram e fecharam empregos formais em 2021

304

Brasil fechou 2021 com 2,73 milhões de vagas formais a mais, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (31) pelo Ministério do Trabalho. E a cidade de São Paulo liderou – com folga – o ranking das cidades que mais criaram postos de trabalho.

A liderança não surpreende, já que a cidade é a mais populosa do país. Mas a distância para o Rio de Janeiro, segundo colocado, foi grande: a capital paulista gerou 336.836 vagas – mais de 4 vezes o número de vagas da capital fluminense, 81.389.

Entre as 50 cidades que mais criaram vagas no ano passado, 20 são capitais, incluindo as nove primeiras posições. A ‘não capital’ mais bem posicionada na lista é Barueri, na Grande São Paulo, em 10º lugar.

Na outra ponta, Sertânia, em Pernambuco, liderou o fechamento de postos formais no ano passado, com 1.659 vagas a menos. Entre as dez cidades que mais perderam vagas, apenas o estado de São Paulo aparece tem mais de uma na lista: Louveira e São Lourenço da Serra.

Veja abaixo as 50 cidades que mais criaram – e as que mais fecharam – postos de trabalho formais em 2021.

Cidades que mais abriram postos formais em 2021 — Foto: Economia g1
Foto: Economia g1
Cidades que mais fecharam postos de trabalho formais em 2021 — Foto: Economia g1
Foto: Economia g1

Fonte: G1

 

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação