O maior canal de informação do setor

Crianças com Síndrome do Intestino Curto ganham esperança com aprovação da Anvisa

Com a decisão da Agência, o Revestive® (teduglutida), produto desenvolvido pela Takeda, torna-se pioneiro no tratamento pediátrico da doença no Brasil

180

Síndrome do Intestino Curto – A biofarmacêutica Takeda recebeu aprovação da Anvisa para uso do medicamento Revestive® (teduglutida) no tratamento da Síndrome do Intestino Curto (SIC) em crianças a partir de 1 ano, que dependem cronicamente de nutrição parenteral (NP). Disponível para adultos desde 2018, a ampliação da indicação torna o tratamento o primeiro e único para uso pediátrico, garantindo uma esperança de melhor qualidade de vida às crianças com SIC. A decisão da Anvisa contribui para reforçar o posicionamento da companhia na busca de alternativas às necessidades médicas ainda não atendidas.

Por meio do manejo adequado – injeção subcutânea, uma vez ao dia – e sob orientação de uma equipe multiprofissional, o tratamento pode proporcionar independência parcial ou até total da nutrição parenteral (NP), em curto, médio e longo prazos. Estudos comprovaram que 69% dos pacientes diminuíram em 20% a necessidade de NP, o equivalente a um dia a menos por semana, além dos que se tornaram totalmente independentes. Em outro estudo publicado em 2020, com dados de estudos de vida real, de 16 crianças com SIC em tratamento com Revestive®, 11 atingiram independência completa da NP em 12 meses.

Comprometida em descobrir e desenvolver tratamentos inovadores, a Takeda tem a missão de oferecer uma saúde melhor para as pessoas e um futuro mais brilhante para o mundo, por meio de soluções que transformam vidas. ‘Esse fato, é um marco no tratamento da SIC no Brasil, sobretudo para pacientes que têm um futuro inteiro pela frente, pois o medicamento pode mudar o curso da vida de quem está apenas começando a sua jornada’, comemora o Dr. Abner Lobão, diretor médico da Takeda.

Com a aprovação de Revestive® para uso pediátrico, a Takeda reforça seu objetivo global em oferecer cada vez mais opções de tratamentos para pacientes em todo o mundo e, no Brasil, de atingir seu plano aspiracional em beneficiar cerca de três milhões de pacientes a mais até 2025.

Sobre a Síndrome do Intestino Curto (SIC)

A Síndrome do Intestino Curto (SIC) é um distúrbio gastrointestinal raro, em que os pacientes não conseguem manter o equilíbrio de nutrientes e líquido com uma dieta normal. Em crianças, a síndrome é resultado de condições congênitas, como a ausência do órgão ou quando há remoção de grande parte do intestino delgado que resulta na perda da capacidade de absorção intestinal. A dificuldade de absorção de nutrientes contribui para a perda de peso e dificuldade de crescimento das crianças além de fadiga, desidratação e diarreia.

Fonte: 2A+ Farma

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/pfizer-quer-ser-netflix-do-setor-com-plataforma-educacional/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação