Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Farmacêutica impulsiona projeto de banco de dados genéticos

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Banco de dados genéticos

A Gen-t Science, startup brasileira que está projetando o maior banco de dados genéticos da América Latina, recebeu mais US$ 1,3 milhão da Eurofarma. O objetivo é impulsionar o plano lançado pela geneticista Lygia da Veiga Pereira, professora titular da Universidade de São Paulo. As informações são do Valor Econômico.

Anteriormente, a empresa já havia chegado a um total de R$ 16 milhões (US$ 3,3 milhões) em recursos captados.

Por meio de seu fundo de venture capital, a Eurofarma é a primeira farmacêutica no país a investir no projeto. A Eurofarma Ventures foi lançada neste ano e contará com investimentos de até US$ 100 milhões, voltados a empresas em fases iniciais de pesquisas e desenvolvimento de medicamentos e terapias com inovação radical.

O projeto da Gen-t Science é que, até 2026, sejam sequenciados os genomas de 200 mil brasileiros, montando o maior banco de dados genéticos da América Latina. Hoje com 7 mil participantes, deve alcançar 10 mil até o final do ano e 25 mil para o ano de 2024.

Lygia afirma a importância da farmacêutica para o projeto de desenvolvimento do banco genético “Entendemos a Eurofarma como um investidor estratégico, por trazer a visão do cliente.”

Projeto do banco de dados genéticos tem investidores variados

Além da Eurofarma, os investidores que haviam entrado na primeira etapa da captação no fim de 2021 e ajudaram a movimentar US$ 2 milhões também somaram aos recém-chegados.

O ex-presidente do Banco Central e fundador da Gávea Investimentos, Armínio Fraga, o americano especializado em biotecnologia da QVT Financial LP, Daniel Gold, e Eduardo Mufarei, da GK Ventures, já eram investidores da startup. No futuro, seus aportes poderão se tornar ações da empresa.

Segundo a especialista, o Brasil pode auxiliar na medicina de precisão de forma universal. Apenas 1% dos genomas sequenciados no mundo são hispânicos ou latino-americanos. Para alcançar um objetivo de diversidade, a gen-t vem se concentrando nas classes C e D da população para o andamento do projeto, já que estas são excluídas de estudos dessa natureza.

Com o mesmo intuito, o primeiro parceiro da empresa para encontrar voluntários foi a Dr. Consulta, rede de clínicas médicas para o público de baixa renda. Além disso, também tem parceria com prefeituras, atingindo 800 a 900 voluntários ao mês.

Startup é dedicada aos setores público e privado

“O objetivo é incluir a população brasileira na medicina de precisão”, diz a geneticista. Mesmo que tenha se lançado em um empreendimento privado, a ideia é que a saúde pública também seja alvo da gen-t. Um dos principais empecilhos do programa de voluntariados é a coleta de informações e a segurança jurídica da empresa.

Será possível acelerar a prática da medicina preventiva através do acesso ao banco de dados genéticos e informações de milhares de voluntários. Também resultará na redução de custos no sistema público e no desenvolvimento de novos medicamentos e terapias.

“No privado a escala é maior e há maior liberdade de escolha dos parceiros. São projetos caros. Seremos aceleradores da inovação radical, com planos de ser uma biotech (que desenvolve medicamentos e terapias) mais para a frente”, explica.

Após o acordo com a Eurofarma, a Gen-t Science ainda planeja fechar um primeiro contrato com uma farmacêutica internacional não revelada que está interessada em uma característica específica da população.

Os recursos da segunda etapa da captação devem funcionar como combustível financeiro para os trabalhos até 2024, e que a partir daí a startup tenha condições autossuficientes em receitas.

O projeto existe no Brasil desde 2019, por meio do programa de genômica populacional “DNA do Brasil”, da USP. Os primeiros estudos realizados foram captados em São Paulo, Rio Grande do Sul e Amazonas. Ao transcorrer à esfera privada, a liderança do público foi passada para Tábita Hünemeier, outra especialista renomada.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!