Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Lucro da Coty dobra com impulso do Brasil

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

lucro da Coty
Foto: Divulgação Coty

O lucro da Coty totalizou US$ 108,4 milhões em escala global no primeiro trimestre deste ano. O resultado é o dobro do valor obtido no mesmo período de 2022. E o Brasil foi um dos principais motores desse desempenho. As informações são do Valor Econômico.

Com faturamento de US$ 1,28 bilhão entre janeiro e março, a fabricante cresceu 8,6% na comparação com o 1º trimestre de 2022. Mas o aumento foi de 13% considerando apenas as Américas. E o Brasil foi um dos países apontados como tendências positivas para 2023.

Lucro da Coty ganha peso com marcas premium

O segmento de marcas premium ganhou destaque. O incremento dessa categoria foi de 10%. Após os resultados acima das expectativas, a Coty prevê agora incremento de 9% a 10% no ano fiscal. As projeções são bem superiores aos 8% estimados inicialmente.

Fabricante vê Brasil como hub de consumo

O Brasil, aliás, ganhou relevância na estratégia de expansão da marca. No último mês de abril, por exemplo, a Coty ampliou seu portfólio de perfumes importados no país, incluindo rótulos como Adidas e Gabriela Sabatini.

O objetivo é entrar no mercado de perfumes mais populares, com preços de R$ 80 a R$ 249, abrindo concorrência com Natura e O Boticário.

A expectativa é de que os produtos estejam disponíveis nas próximas semanas em pelo menos 5 mil pontos de venda, número que pode chegar a 15 mil considerando a atual rede de distribuição da Coty.

“Vamos manter o Brasil como um hub de consumo e exportação de produtos e massa e transformar o mercado mexicano em uma base para as marcas de luxo, com marcas como Gucci, Burberry e Kylie Skin, de Kylie Jenner”, afirmou Nicolas Fischer, head na América Latina da Coty.

Atualmente, cerca de 70% dos lares brasileiros dispõem de produtos da Coty, segundo estimativas de consultorias. A fábrica brasileira é a maior do grupo no mundo.

Em entrevista ao jornal El Universal, do México, Fischer disse que, com uma população de 120 milhões de habitantes – bem menos que os 217 milhões do Brasil – o México representa um mercado 30% maior para os perfumes de luxo. “Isso se deve à sofisticação do mercado e à forma de vender nas lojas de departamento. O Brasil é nossa base para o consumo de produtos de massa e o México é o centro de excelência para produtos de maior valor”, explicou.

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress