Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Medicamento para pessoas trans aumenta quatro vezes de preço

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

medicamento para pessoas trans

Um aumento repentino no preço fez o Deposteron, medicamento para pessoas trans, saltar de R$ 50 para R$ 200 nas farmácias em uma semana. As informações são do portal Yahoo, que informa ainda que a fabricante EMS não explicou a razão dessa alta.

O medicamento é indicado como hormônio para reposição de testosterona e ganhou a preferência desse público pelo fácil acesso – além das farmácias, é comercializado também pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, muitos clientes recorriam ao varejo farmacêutico para evitar burocracia na compra e driblar possíveis discriminações por conta da aplicação do produto.

O processo de utilização do medicamento é contínuo, com intervalos que variam de duas a três semanas a depender da indicação médica, por meio de injeção intramuscular ou subcutânea. Seu consumo ainda requer outros métodos em paralelo, como comprimidos e adesivos ou géis de testosterona, aplicados diariamente. Essa necessidade torna ainda mais oneroso um aumento repentino nos valores, principalmente entre pessoas de baixa renda.

Medicamento para pessoas trans convive com escassez de insumos?

A julgar pelo depoimento de pacientes que se submetem ao tratamento, o problema da falta de medicamentos decorrente da escassez de insumos pode ter contribuído para o encarecimento. O radialista Danilo Clemente Forziati afirmou que começou a enfrentar dificuldades para encontrar o produto nas farmácias. “Deposteron é a mais em conta e acaba sendo o melhor custo-beneficio. Qualquer outro medicamento será mais caro, infelizmente”, explica.

A EMS foi procurada pela redação do Yahoo por e-mail para se manifestar a respeito, mas até o momento não se posicionou.

 

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

 

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress