fbpx

Medicamento vencido há 2 meses faz efeito?

Medicamento vencido Você está na sua casa, tranquilo? De repente surge aquela incômoda e persistente dorzinha de cabeça. Você vai até a sua caixa de remédios e pega a cartela de comprimidos e percebe que o medicamento está fora de validade. O que você faz? Vai tomar remédio vencido mesmo assim? Essa dúvida é muito comum. Vamos entendê-la melhor!

A data de validade é o prazo final que os fabricantes garantem 100% do potencial de um medicamento. A data de validade existe em todos os medicamentos e isso é estipulado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por lei. Cada medicamento tem um conjunto de ingredientes próprios e na fase de desenvolvimento os laboratórios farmacêuticos realizam estudos rigorosos para determinar a estabilidade e o tempo que esses ingredientes vão permanecer sem deterioração, ou seja, a vida útil do medicamento. Portanto, se a data de vencimento expirar, não há garantia de que o medicamento terá total efeito.

O efeito pode se manter por anos

Diversas fontes (The Wall Street Journal, CNN) eum estudo adicional da Universidade da Califórnia, Conselho Regional de Farmácia de São Paulo, afirmam que certos medicamentos continuam a fazer efeito mesmo após o prazo de validade e o que pode ocorrer é a diminuição da eficácia terapêutica. A forma de armazenamento também influencia na preservação da eficiência do medicamento.

Um estudo realizado pelo Food and Drug Administration (FDA), órgão federal de saúde pública dos Estados Unidos, teve como foco a pesquisa sobre o prazo de validade dos medicamentos armazenados por militares; e o resultado mostrou que a data de validade pode se prolongar por anos. Conforme expirava o prazo de validade dos medicamentos, o estoque tinha de ser reposto e isso custava muito dinheiro. O estudo mostrou que 90% dos medicamentos analisados continuam seguros e eficientes para uso por mais de 15 anos após a data de expiração. É comprovado que o medicamento perde sua eficiência com o tempo, mas o estudo indica que a maior parte da eficácia original se mantém. As exceções podem ser nitroglicerina, insulina e antibióticos líquidos.

Entretanto, vale lembrar que o estudo aconteceu em estoques militares de medicamentos, onde a forma de armazenamento é controlada, diferente do que ocorre com consumidores comuns que guardam seus medicamentos em casa.

Então pode tomar medicamentos vencidos?

Apesar dessas informações, é aconselhado não tomar medicamentos vencidos. Tomar esses medicamentos pode ser perigoso ou menos efetivo, pois suas características físico-químicas podem ser alteradas. Tomar medicamentos vencidos, como antibióticos, pode levar a doenças mais graves e também ao aumento de resistência das bactérias – um exemplo é o caso do antibiótico tetraciclina, que após o prazo de validade pode causar efeitos adversos como doenças nos rins. Para os medicamentos importantes e de uso contínuo, como medicamentos para doenças cardíacas, convulsões ou alergia com risco de vida, o adequado também é não arriscar e obter uma nova prescrição.

A Anvisa caracteriza medicamentos vencidos ou acondicionados e transportados de forma errada como medicamentos impróprios e defende o descarte correto de medicamentos vencidos. A Organização Mundial da Saúde, ligada à ONU, não utiliza medicamentos vencidos recebidos de doações. A data de validade existe por um motivo, então não é aconselhável usá-los após esse prazo; usar corretamente o medicamento conforme as indicações do médico e da bula são essenciais para garantir a efetividade e a segurança do medicamento.

Veja o vídeo (em inglês) sobre o consumo de medicamentos vencidos:

Como descartar remédio vencido

O descarte incorreto de medicamentos (no lixo comum, privada ou pia) traz riscos à saúde e ao meio ambiente. Procure um ponto de coleta de medicamentos vencidos próximo de sua casa no mecanismo de busca a seguir:

https://roche.ecycle.com.br/componentes/roche/index.html?utm_source=eCycle&utm_medium=link

Empresas que trabalham com fármacos são obrigadas por lei a terem um plano de gerenciamento de resíduos. Por esse motivo, elas costumam ter pontos de descarte de medicamentos. Além disso, esses comércios também são responsabilizados pelos cuidados com os medicamentos, assegurando que eles sejam incinerados, coprocessados e levados para aterros de classe 1, onde ficam os resíduos perigosos à saúde.

Saber onde jogar remédio vencido é importante para garantir que não ocorram impactos ambientais nocivos, como a contaminação do solo por medicamentos, a contaminação de recursos hídricos e de coletores de lixo orgânico.

Onde entregar medicamentos dentro do prazo?

Outro ponto importante, para além de saber onde jogar remédio fora, é descobrir onde doar remédios. Isso porque existem locais, como farmácias solidárias e instituições voluntárias de saúde, que recebem medicamentos em bom estado e dentro do prazo de validade para a doação. Essas instituições repassam os remédios para pessoas que não tem condições de comprar e precisam do tratamento.

Descarte consciente de medicamentos

Agora que você limpou sua caixa de medicamentos, e fez o descarte de medicamentos vencidos e dentro do prazo, é preciso dar um jeito nas embalagens. Por serem feitas majoritariamente de papel e plástico, as embalagens de medicamento podem ser levadas ao lixo reciclável. A embalagem primária, a que entra em contato direto com o remédio, no entanto, não pode ir para a reciclagem. Por isso, deve ser entregue em pontos de coleta de remédios vencidos (contendo ou não o medicamento), ou de empresas especializadas no tratamento do resíduo. Assim você ajuda a evitar descarte de medicamentos e embalagens contaminadas no meio ambiente e seus impactos socioambientais.

Fonet: ECycle

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra