Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Farmácias familiares precisam criar planejamento sucessório

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

planejamento sucessório

Chegou a hora de pensar no planejamento sucessório para garantir a continuidade do empreendimento e maximizar o valor da farmácia? Traçar uma estratégia de sucessão ajuda a traduzir os objetivos futuros dos gestores, mesmo que eles não planejem deixar o negócio por anos.

Quanto mais cedo o proprietário elaborar o plano, mais tranquilidade terá durante a transição, seja para vender o negócio ou deixá-lo para familiares e/ou parceiros. A realidade, porém, mostra que nem tudo são flores na jornada de sucessão.

  • Estudo do Banco Mundial revela que apenas 30% das empresas familiares chegam à terceira geração e só metade delas, ou seja, 15%, sobrevivem à sucessão de três gerações
  • Entre os motivos para o insucesso estão o fato de que nem sempre os filhos querem assumir os negócios dos pais. Por outro lado, há os sucessores que assumem, mas sem modernizar o negócio ou adotar condutas de gestão profissional
  • Outro motivo é que os sucessores também não vivem a mesma realidade do fundador no início do negócio

Para Marcelo Camorim, especialista em processos de sucessão familiar e governança corporativa, as empresas familiares precisam se transformar em famílias empresárias para assegurarem a longevidade. “Em outras palavras, os sucessores precisam ter uma visão de longo prazo, na qual o interesse coletivo prevalece frente ao individual”, ressalta.

O que é um planejamento sucessório empresarial?

O planejamento sucessório é o método que estabelece a organização e a transferência dos bens de um líder empresarial antes de seu afastamento ou falecimento, determinando como ocorrerá a sucessão de seu patrimônio, incluindo bens móveis, imóveis e digitais.

Segundo o advogado Sérgio Vieira, esse processo define legalmente como os bens serão transferidos para os sucessores e demais beneficiários, especificando os valores ou porcentagens destinadas a cada um, assim como possíveis responsabilidades em relação à gestão.

“Para realizar um planejamento referente à sucessão empresarial, é importante ter um auxílio jurídico adequado. O profissional irá adaptar o planejamento à realidade da empresa e às suas necessidades. Também devem ser consideradas as particularidades de cada empresa e a forma como a sucessão pode impactar o seu funcionamento”, alerta

Sem um plano de sucessão a farmácia pode perder oportunidades, ser surpreendida por complexidades inesperadas ou não conseguir o esperado retorno sobre o investimento em caso de venda.

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress