O maior canal de informação do setor

Quanto ganha um Farmacêutico? Descubra agora!

342

carreira do profissional de Farmácia é diversa, assim como a remuneração mensal pelas atividades que desenvolve. Hospitais, farmácias, drograrias, indústrias alimentícias, de medicamentos e cosméticos, bem como órgãos públicos e fiscalizadores são algumas das opções para atuação do farmacêutico.

Devido à ausência de um piso salarial para a categoria, ou seja, um salário mínimo único, a remuneração varia por estados e acordos coletivos firmados com os sindicatos da categoria. Variáveis como horas de trabalho semanais, função exercida e setor de atuação interferem no valor final.

As opções que garantem mais retorno financeiro para os farmacêuticos estão ligadas a concursos públicos. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Forças Armadas, Polícia Federal e Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) são as instituições mais concorridas para a área.

A carreira em Farmácia

A Farmácia é a ciência que se dedica ao estudo do fármaco, drogas e medicamentos e seus usuários, e às análises clínicas, toxicológica e de alimentos. A matéria-prima são plantas, animais, seres vivos em geral e minerais.

Entre os objetivos dessa área estão pesquisa, desenvolvimento e produção de novos medicamentos, vacinas, cosméticos e correlatos. Isso quer dizer que os farmacêuticos estudam desde a manipulação de fármacos até a criação e aplicação de métodos de controle de qualidade.

Também estão incluídos nesse intervalo:

  • Estudo de formas de aplicação de orientação ao usuário quanto ao uso racional do medicamento;
  • Criação e aplicação de métodos de identificação e dosagem de tóxicos;
  • Estudos bioquímicos, toxicológicos e farmacológico;
  • Análise biológica, bromatológica, microbiológica e ambiental.

Para exercer a profissão de farmacêutico, regulamentada desde 1931, é preciso ter diploma de nível superior e obter registro no Conselho Regional de Farmácia do estado onde trabalha. Também é preciso que o diploma do curso superior em Farmácia seja reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

carreira do profissional de Farmácia oferece uma série de áreas de atuação. O Conselho Federal de Farmácia reúne as especialidades em dez linhas de atuação: alimentos, análises clínico-laboratoriais, educação, farmácia, farmácia hospitalar e clínica, farmácia industrial, gestão, práticas integrativas e complementares, saúde pública e toxicologia.


QUER SER PERITO CRIMINAL? VEJA O QUE CAI NAS PROVAS DE FARMÁCIA


Para efeito de registro de certificados e títulos na carteira profissional, o CFF prevê 135 especialidades, tais como:

  • Análises clínicas e toxicológica
  • Assistência farmacêutica
  • Assuntos regulatórios
  • Atendimento farmacêutico de urgência e emergência
  • Auditoria em saúde
  • Banco de materiais biológicos, órgãos, tecidos, células, sangue e sêmen
  • Biofarmácia
  • Biologia molecular
  • Citopatologia
  • Citoquímica
  • Controle de qualidade de alimentos e água
  • Controle de vetores e pragas urbanas
  • Farmácia clínica em cuidados paliativos, geriatria, hematologia e oncologia, entre outros
  • Farmacovigilância
  • Gerenciamento dos resíduos em serviços de saúde
  • Imunopatologia
  • Indústria de cosméticos
  • Indústria de farmoquímicos, saneantes, farmacêutica e insumos farmacêuticos
  • Vigilância epidemiológica
  • Vigilância sanitária
  • Virologia clínica
  • Floralterapia
  • Perfusão sanguínea
  • Saúde Estética
  • Vacinação

Dentro dessas especialidades, o farmacêutico pode trabalhar em hospitais, clínicas, laboratórios, farmácias comunitárias, indústria de medicamentos, cosméticos e alimentos. Também são opções agricultura, prevenção de pragas, distribuição de fármacos e em órgãos públicos e de fiscalização.

Sendo assim, é fundamental que o profissional da Farmácia esteja capacitado o suficiente para garantir sua valorização e importância em um mercado tão competitivo. Dados do Conselho Federal de Farmácia coletados em 2019 e publicados em outubro de 2020 indicam que são 229.018 o total de farmacêuticos inscritos nos conselhos regionais da categoria.

Para além da concorrência profissional, os avanços tecnológicos obrigam uma constante busca por aprimoramento e conhecimento.

Quanto ganha um farmacêutico no Brasil

Determinar quanto ganha um farmacêutico no Brasil é difícil, já que não há um salário mínimo único e homogêneo em todo o país. A média salarial do(a) profissional de Farmácia é R$ 3.508,57 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais, segundo levantamento do site Salário.

No entanto, o piso salarial varia conforme cada estado, determinado por convenções e acordos coletivos firmados nos sindicatos. Entre as variáveis que influenciam no valor estão carga horária de dedicação, função exercida e setor onde o profissional atua.

Por exemplo:

  • No estado do Ceará, o piso é R$ 4.239,63
  • No Distrito Federal, o piso é R$ 4.966,57
  • No estado de Goiás, o piso é R$ 3.523,07
  • No estado de São Paulo, o piso é R$ 3.407,84
  • No estado do Paraná, o piso é R$ 2.888,80 
  • No estado de Sergipe, o piso é R$ 2.897,49
  • No estado da Bahia, o piso é R$ 3.6060,76

Dados coletados pelo portal Salário indicam que a média dos acordos salariais chega a R$ 3.202,23. O teto para o profissional contratado em regime CLT é R$ 6.171,59.

Quanto ganha o farmacêutico concursado

Outra opção de trabalho é no setor público, onde os contratos podem ser temporários ou efetivos, e são variadas as cargas horárias de trabalho. O salário pago ao farmacêutico pode variar de R$ 1 mil a R$ 13 mil na carreira pública. Mas há concursos que oferecem salários de até R$ 25 mil!

Farmacêuticos peritos ganham em média R$ 4 mil nas polícias civis dos estados, mas os salários podem chegar a passar de R$ 13 mil na Polícia Federal. Já na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o salário chega a R$ 10 mil.


CONFIRA TODOS OS CONCURSOS ABERTOS PARA A ÁREA DE FARMÁCIA NO BRASIL


As carreiras militares para farmacêuticos também se destacam com salários acima da média, variando entre R$ 6.625,00 na MarinhaR$ 7.796,00 no Exército e até R$ 8.245,00 na Aeronáutica, conforme divulgado nos últimos concursos. Já o farmacêutico hospitalar recebe R$ 5.896,67 no certame da EBSERH, o mais concorrido.

Na docência de ensino superior, o salário gira em torno de R$ 5 mil, mas pode chegar a R$ 17 mil. A remuneração aumenta conforme titulação (especialização, mestrado ou doutorado) e progressão de classe (auxiliar, adjunto, assistente ou titular). É contabilizado ainda, além do salário-base, gratificações por jornada de trabalho, classe, nível e titulação comprovada.

Especialidades mais bem pagas na Farmácia

A área de Farmácia é extensa e competitiva. Os dados do Conselho Federal de Farmácia confirmam isso: estão previstas 135 especialidades para atuação do profissional.

Mas sempre há aquelas que pagam melhor e fazem brilhar os olhos de quem busca retorno financeiro imediato. Segundo dados do site Salário, as especialidades da Farmácia mais bem pagas são:

  • Análise do solo – R$ 5.423,68
  • Alfândega – R$ 5.353,05
  • Controle de qualidade e tratamento da água – R$ 4.710,63
  • Ciência dos alimentos – R$ 4.194,32
  • Antroposófico – R$ 4.106,09
  • Clínico – R$ 3.682,49
  • Análises clínicas – R$ 3.429,56

Esses valores correspondem a uma carga horária de 38 a 42 horas por semana. Mas é bom lembrar que qualquer profissão tem suas peculiaridades, podendo oferecer bons salários em diferentes áreas.

Não existem limitações, tudo vai depender da formação do profissional, das experiências e até mesmo da rede de contatos. Por isso é sempre importante investir na sua capacitação. Cursos de atualização, especializações, mestrado e doutorado, além de MBAs, são opções significativas.

Quem está no início da carreira pode ainda optar pela Residência Multiprofissional em Farmácia. Esse modelo de formação, que prioriza o aprendizado em serviço, assegura formação prática, experiência e remuneração.

Fonte: Sanar Saúde

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação