Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Saiba como descolorir o cabelo sem ocasionar quebra

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

descolorir o cabelo

Quando a meta é transformar o visual, a tendência é descolorir o cabelo ou adotar um novo corte. Para alterar a cor das madeixas, o uso de produtos químicos é indispensável, principalmente, no caso daquelas que almejam clarear os fios – processo em que a descoloração é o principal recurso para remover o pigmento e chegar ao tom desejado.

Mesmo com todos os cuidados, o uso da água oxigenada e pó descolorante costuma ser agressivo aos fios, e resultar em cabelos mais quebradiços, com frizz, pontas duplas e porosidade. De acordo com a dermatologista e consultora da Philips, Judith Cavalcante, ao utilizar descolorantes no cabelo, a camada externa do fio – que é formada por escamas que garantem proteção e hidratação natural – ficam abertas para que a substância química entre e modifique a cor, reduzindo a proteção do cabelo.

“Como consequência, o fio perde mais água e aumenta a tendência ao ressecamento e frizz, além de deixar o cabelo mais elástico, levando-o à quebra. Vale lembrar que quanto mais claro ficam as madeixas em relação ao tom original, mais intenso são os danos. Diferentemente do que ocorre quando a mudança de cor é realizada apenas com a tintura, pois o produto fica depositado na superfície do fio, provocando menos danos. Entretanto, a mudança de tonalidade apenas com a tintura tem uma duração reduzida”, esclarece a médica.

Como descolorir o cabelo

A especialista orienta evitar clarear o cabelo mais de três tons abaixo da cor natural e não associar descolorantes e alisantes. “Quem optar por descolorir os cabelos deve compreender que esta decisão vem junto com a necessidade de cuidar mais intensamente dos fios. Para isso, é recomendado o uso de secadores com mecanismos protetores, como os que contam com controle de temperatura, aplicação de protetor térmico antes de utilizar o secador, prancha e modelador, hidratação e umectação semanal, entre outros. Cuidados esses que se aplicam a todos que querem ter cabelos saudáveis e bonitos, mas especialmente para quem acumula danos decorrentes de descolorações e alisamentos”, comenta a especialista.

“No uso diário, é recomendável a utilização de xampus suaves e condicionadores mais nutritivos, assim como o uso de leave-ins e óleos capilares que ajudam no controle do frizz e aparência das pontas duplas”, orienta a médica.

Prancha e secador

Ao utilizar prancha, modelador e secador de cabelo, aquelas que contam com fios descoloridos devem tomar alguns cuidados essenciais, pois o calor em excesso e constante agride as cutículas e retira de maneira profunda a água dos fios, o que pode resultar em danos mais intensos. Para manter a higiene e evitar dormir com as madeixas molhadas, a dermatologista lista algumas dicas para o uso de calor em cabelos descoloridos. Acompanhe:

  1. Evite associar calor e outras químicas, em especial nas primeiras três semanas após a descoloração ou alisamento dos fios. Neste período, intensifique os cuidados de hidratação, com o uso de máscaras capilares e umectação
  2. Sempre que sua rotina e o clima permitirem, deixe o cabelo secar naturalmente e solto. Após a lavagem pressione com uma toalha de microfibra, para absorver a maior parte da umidade
  3. Se precisar usar secadores, prefira os com mecanismos protetores, como controle de temperatura (inclusive pode secar a frio) e a cerca de 15-20 cm dos fios
  4. Após remover o excesso de água com toalha, aplique o protetor térmico em mechas. Depois, é só secar, movimentando os fios e o secador, evitando ter de tracionar o cabelo com escovas
  5. Para o uso de chapinhas e modeladores, também existem no mercado artigos com controle de temperatura e superfícies mais gentis. Mesmo assim, é fundamental não usar diariamente, além de secar os cabelos com a toalha de microfibra antes, não puxar com força os fios e usar protetor térmico (que forma uma película entre o aquecimento da prancha e os fios)

“Com esses cuidados é possível alcançar um cabelo mais saudável e evitar a porosidade, quebra, frizz, pontas duplas, além de fios com aspecto opaco e sem brilho, o que dificulta modelar as madeixas, que tendem a permanecer armada ou eriçada”, finaliza a dermatologista.

A tendência de descolorir o cabelo sempre vai existir. Desde muito tempo as pessoas fazem isso, e se tornou cada vez mais comum. Mas, se não for feito de forma correta e os cuidados certos não forem tomados, os fios podem ser prejudicados.

De acordo com Vinny Silveira, hairstylist do D’Concept, sempre há o perigo de quebra dos cabelos. “Se você não fizer com um profissional, e até mesmo se fizer, mas ele não usar uma mecha como teste antes, para saber se o fio aguenta. Sempre há um risco”, diz. Por isso é tão importante que haja tratamento no cabelo.

“Antes e depois de fazer a descoloração. Porque é um processo muito agressivo, então você tem que cuidar do cabelo sempre, não pode parar”, explica Vinny. Para isso, devem ser feitas reconstruções, hidratações, e o uso de produtos para proteger os fios quando for para o sol ou na hora de secá-los.

E no verão esses cuidados devem ser redobrados. “Porque as pessoas estão sempre na praia ou na piscina. Inclusive, na piscina há um risco de o cabelo ficar verde por conta da reação química dos produtos usados com os do cabelo”, comenta o cabeleireiro. Por isso é tão importante procurar um salão que vá tomar todo cuidado com os fios.

 

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!