fbpx
O maior canal de informação do setor

Brasileiros preferem realizar compras pelo celular, aponta pesquisa

192

O advento do smartphone trouxe diversas facilidades para o cotidiano humano, em especial, na hora de fazer as compras. Não é mais necessário sair de casa e entrar de loja em loja atrás do produto que precisa ou ligar o computador e esperar enquanto tudo carrega, agora, puxando o telefone celular do bolso e dando poucos cliques já é possível encontrar o item desejado. Uma pesquisa do Panorama Mobile Time/Opinion Box, de abril deste ano, intitulada ‘Pagamentos móveis e comércio móvel no Brasil’, apontou que 84% dos brasileiros entrevistados preferem realizar suas compras pelo celular.

Dentre os principais fatores que influenciam a escolha da compra por aplicativos de smartphone estão as recompensas de economia, além de facilidades na entrega do produto. Os cupons de desconto são o principal atrativo, segundo 60% dos entrevistados, em seguida vem o cashback, dinheiro de volta, com 52%, entrega no mesmo dia com 32%, compra online com retirada na loja física com 28% e pagamento simplificado através de um clique ou usando carteira digital com 24%.

Aplicativos, itens e serviços

Grande parte dessas facilidades pode ser encontrada em diversas plataformas, mas uma que se destaca nessa variedade de benefícios é a Shopee. A pesquisa perguntou aos 1.897 entrevistados qual o aplicativo que eles mais usam para fazer compras e 21% deles responderam ser a Shopee. Logo atrás vem o IFood (15%), Mercado Livre (14%), Americanas (9%), Amazon (7%), Magazine Luíza (6%), Whatsapp (3%) e Livelo (3%).

É interessante perceber que 3% dos entrevistados informaram o Whatsapp como principal ferramenta de compra. Isso acontece porque, além dos aplicativos dedicados exclusivamente a venda e compra, plataformas de mensagens também estão sendo utilizadas como canais de vendas por lojistas. De acordo com a pesquisa, 64% dos brasileiros com smartphone já realizaram compras pelo Whatsapp, 46% pelo Instagram e 31% pelo Messenger.

O estudo também questionou quais os principais itens ou serviços solicitados nestes aplicativos, e o ranking ficou da seguinte forma:

1° Refeições (50%)

2° Roupas (48%)

3° Alimentos (42%)

4° Cosméticos ou itens de higiene pessoal (35%)

5° Eletrodomésticos (34%)

6° Remédios (34%)

7° Utensílios domésticos (29%)

8° Acessórios de moda (26%)

9° Bebidas (24%)

10° Livros (24%)

Pix

Outra grande novidade que surgiu no ano passado foi o Pix, que facilita as transações bancárias. Neste ano, esse método de pagamento ultrapassou o boleto bancário na preferência dos brasileiros entre os meios de pagamentos dentro de aplicativos. Porém, o preferido continua sendo o cartão de crédito (67%), seguido pelo Pix (16%), carteiras digitais (9%) e boleto (7%).

Fonte: Diário de Petrópolis

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/servicos-de-saude-e-compras-na-internet-crescem-na-pandemia/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação