fbpx
O maior canal de informação do setor

Incubadora do Tecpar lança edital para seleção de startups da área da saúde

166

A Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) lançou nesta quinta-feira (12) um edital específico para seleção de startups da área da saúde. A oportunidade é voltada para empresas paranaenses com projetos inovadores neste setor, que buscam o apoio do instituto para desenvolver seus negócios. O edital pode ser acessado AQUI e clicando em ‘chamamento público’. O acesso também pode ser feito pelo site do Tecpar.

Criada para estimular a geração e instalação de empresas de base tecnológica no Paraná, a Intec foi a primeira incubadora do Estado com este perfil. Ao longo de sua história já deu suporte a mais de 100 negócios inovadores. O diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, explica que o objetivo deste edital é ampliar o apoio a empreendedores paranaenses que possuem soluções inovadoras com potencial para atender às demandas de saúde pública e privada.

Uma das vocações do instituto é estimular o empreendedorismo tecnológico inovador no Paraná. Com esta iniciativa, o Tecpar oferece a oportunidade para empreendedores que precisam de suporte para alavancar sua ideia e transformá-la em um negócio rentável’, destaca.

O edital foi lançado durante a reunião do grupo de trabalho do Rotas Estratégicas para o Futuro da Indústria Paranaense, o Roadmap Biotecnologia 2031. O projeto é uma iniciativa do Observatório Sistema Fiep em parceria com o Tecpar, para fortalecer a área de biotecnologia no Paraná.

INOVAÇÃO EM SAÚDE – Neste edital, a Intec vai selecionar propostas de produto, processo, design ou serviço inovador, que serão analisadas de acordo com a metodologia do Selo Tecpar de Inovação. Elas devem estar alinhadas aos seguintes temas prioritários da área da saúde: modelos biológicos, engenharia biomédica, imunobiologia e bioprodutos.

Na área de engenharia biomédica, podem ser apresentadas novas tecnologias para próteses, órteses, dispositivos implantáveis, equipamentos de suporte à vida, dispositivos e equipamentos de monitoramento e diagnóstico. A preferência é que estas aplicações utilizem o conceito de Internet das Coisas (Iot) e redes 5G.

Também serão aceitas propostas para terapia, reabilitação e prevenção de enfermidades. Já em modelos biológicos, a intenção do edital é avaliar métodos alternativos ao uso de animais de laboratório. Em imunobiologia, serão aceitas novas soluções em kits de diagnóstico, vacinas ou outros imunobiológicos demandados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No segmento de bioprodutos aplicados à saúde humana, podem ser apresentadas inovações em enzimas, vitaminas, ácidos orgânicos, toxinas, antimicrobianos, além de produtos para indústria de alimentos, de higiene pessoal e de cosméticos.

MODALIDADES – O edital oferece quatro vagas para a incubação na modalidade residente no campus Curitiba e cinco para não residentes. Na modalidade residente a empresa é fisicamente instalada nas dependências do Tecpar em área exclusiva, utilizando sua infraestrutura e os apoios gerenciais e técnicos oferecidos pela Intec.

As empresas incubadas na modalidade não residente atuam de modo virtual, mas também contam com os apoios gerenciais e técnicos e podem utilizar os serviços do complexo laboratorial do instituto. Esta modalidade pode ser aplicada a empresa que, devido à natureza da atividade, necessite de proximidade junto ao seu mercado consumidor.

PRAZO – Para participar do processo seletivo o empreendedor deve entregar a documentação indicada no edital até o dia 20 de julho de 2022, às 16h30. As propostas podem ser enviadas por email ([email protected]); via correio, em envelope fechado; ou pessoalmente, na recepção do campus CIC do Tecpar. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (41) 3316-3176.

ETAPAS – Após a entrega da documentação as propostas passarão pela fase de habilitação, para conferência dos requisitos exigidos no edital. As propostas habilitadas serão avaliadas por uma banca de avaliação, etapa de caráter classificatório e eliminatório.

As startups classificadas participarão de uma reunião para alinhamento de projeto e de cronograma. ‘Esse alinhamento consiste em detalhar as fases do projeto proposto, tanto na trilha de negócio quanto na de tecnologia, identificando os pontos de controle e definindo as entregas e prazos que serão avaliadas durante o processo’, explica o diretor de Tecnologia e Inovação do Tecpar, Carlos Pessoa.

EVOLUÇÃO – O Programa de Incubação é formado por duas trilhas a serem percorridas simultaneamente pelas startups ao longo do processo: a Trilha de Negócio abordará os aspectos relativos ao negócio e a Trilha de Tecnologia abordará os aspectos tecnológicos do produto ou serviço proposto pela startup. O referencial para trilha tecnológica é a metodologia Technology Readiness Level (TRL) desenvolvida pela NASA (National Aeronautics and Space Administration) e foi incorporada na Norma Técnica Brasileira NBR ISO 16290:2015.

Fonte: Bomba Bomba

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação