Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Teste pode facilitar o tratamento da esclerose múltipla

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

tratamento da esclerose múltipla
Foto: Freepik

Publicado na revista Nature, um estudo revelou que um novo exame de sangue pode auxiliar no tratamento da esclerose múltipla (EM). A doença, que ainda não tem uma causa clara, pode estar cada vez mais próxima de uma compreensão, segundo informações do portal Olhar Digital.

 No cenário atual, a comunidade científica aponta o vírus Epstein-Barr (EBV), conhecido também como febre gandular ou mononucleose infecciosa, como o principal culpado pela evolução da enfermidade.

O EBV é contraído por grande parte da população durante a infância, onde apresenta inicialmente sintomas similares aos de um resfriado e é tratado, mas não deixa o organismo de forma definitiva. Capaz de se manter dormente por muitos anos, o vírus acaba não causando problemas para a maior parcela da população, mas pode ser fatal para as pessoas com esclerose múltipla.

Esses indivíduos costumam apresentar um sistema imunológico mais comprometido, que pode chegar a ser 32 vezes mais suscetível à infecção do micro-organismo.

Estudo ajudará a criar antivirais para o tratamento da esclerose múltipla

O principal objetivo do teste é analisar e estimar como o sistema imunológico dos portadores de EM ataca determinados tipos de vírus. A partir desse estudo, os cientistas acreditam ser possível a criação de antivirais mais eficazes contra a doença.

Os atuais meios de tratamento utilizam fármacos imunossupressores, que acabam por causar muitas dores de cabeça e problemas gastrointestinais, além do enfraquecimento dos organismos de defesa do paciente.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!