fbpx
O maior canal de informação do setor

Para que serve o cloreto de magnésio?

548

Para que serve o cloreto de magnésioO cloreto de magnésio é uma espécie de sal muito utilizado como suplemento nutricional na forma de comprimidos e cápsulas. Na forma de flocos, podem ser usados ​​para banhos terapêuticos e escalda-pés.

Para que serve o cloreto de magnésio?

A suplementação de cloreto de magnésio é indicada pelo médico ou nutricionista quando não se consegue obter a quantidade necessária por meio da alimentação. A falta do mineral pode levar ao aparecimento de tremores, cãibras frequentes, insônia, alteração dos batimentos cardíacos e espasmos musculares.

Benefícios

·         Auxilia no tratamento do diabetes

·         Evita problemas de contração muscular em atletas

·         Aprimora as funções cerebrais

·         Fortalece os ossos

·         Previne e trata as enxaquecas

·         Combate a asma em crianças

·         Atua na saúde cardiovascular

·         Melhora o sono

Deficiência de magnésio

O magnésio é um nutriente importante, responsável por mais de 300 processos no corpo, incluindo a regulação do açúcar no sangue e da pressão arterial, bem como a função muscular e nervosa. Também auxilia na produção de proteínas, minerais ósseos e do DNA.

Embora baixos níveis de magnésio nem sempre ocasionem sintomas óbvios, algumas pessoas podem sentir exaustão, fraqueza, depressão, contrações involuntárias e arritmia cardíaca.

As deficiências de magnésio, em longo prazo, podem levar a uma variedade de problemas de saúde, incluindo asma, enxaqueca, diabetes tipo 2, síndrome metabólica, hipertensão e osteoporose.,

Existem certas substâncias e/ou situações que podem estimular a deficiência de magnésio:

  • Desnutrição
  • Dieta pobre em magnésio
  • Diarreia ou vômitos graves
  • Doenças intestinais crônicas
  • Gravidez e lactação
  • Diabetes mal controlado
  • Diuréticos
  • Alcoolismo

Quais são os efeitos colaterais do cloreto de magnésio?

Os suplementos de cloreto de magnésio são considerados seguros se usados ​​conforme as instruções. Os efeitos colaterais comuns incluem dor de estômago, náusea, diarreia e vômito. Muitos desses efeitos colaterais podem ser evitados tomando o suplemento com alimentos.

Efeitos colaterais raros incluem tontura, desmaio, confusão, reações alérgicas e sangue nas fezes. Acione o profissional de saúde de sua confiança ou procure um atendimento de emergência se algum desses sintomas se desenvolver após tomar um suplemento de magnésio.

Como ingerir e armazenar

  • Os suplementos de magnésio podem ser tomados com ou sem alimentos. Se ocorrerem fezes moles, tente tomar uma dose mais baixa
  • Os comprimidos de libertação prolongada devem ser engolidos inteiros. Não mastigue. Melhor dividir ou esmagar o comprimido
  • Os suplementos de magnésio podem ser armazenados com segurança em temperatura ambiente
  • Descarte qualquer suplemento com data de validade vencida ou que apresente sinais de danos

O cloreto de magnésio é tóxico?

A toxicidade do magnésio é rara, mas doses altas são mais propensas a causar náusea, vômito e tontura. Se você estiver tomando um suplemento de magnésio superior a 350 mg por dia, não deixe de falar com o profissional de saúde.

O cloreto de magnésio é a melhor escolha de suplemento?

O cloreto de magnésio pode ser dissolvido em água, tornando mais fácil para o seu corpo absorver e usar. Ele é absorvido quase completamente no intestino. Isso o torna mais prontamente disponível em sua corrente sanguínea.

Os sais orgânicos como o cloreto de magnésio são ligeiramente mais eficazes do que os sais inorgânicos, porque tendem a ser mais fáceis de absorver pelo corpo, especialmente se forem tomadas várias doses baixas.

Quais são as melhores fontes alimentares de magnésio?

Em geral, nozes, sementes, grãos integrais, folhas verdes escuras, feijões secos e laticínios com baixo teor de gordura são as melhores fontes de magnésio.

Alimentos com magnésio incluem:

  • Sementes de abóbora
  • Amêndoas
  • Espinafre
  • Leite de soja
  • Edamame
  • Chocolate escuro
  • Manteiga de amendoim
  • Abacate
  • Batata assada
  • Arroz integral
  • Iogurte natural
  • Banana
  • Salmão
  • Leite com baixo teor de gordura
  • Pão de trigo integral
  • Peito de frango

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação